Cidadeverde.com

BB inicia desligamento consensual e mudanças em duas agências no PI

Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

O Banco do Brasil (BB) anunciou nesta segunda-feira (29) o "Programa de Adequação de Quadros", para transferência de empregados e desligamento consensual. A justificativa da instituição é equalizar situações de vagas em excesso em algumas unidades e aumentar a competitividade. 

A adesão poderá ser feita a partir de terça-feira (30) até 14 de agosto.

De acordo com o anúncio, funcionários localizados em dependências com excesso no quadro podem aderir ao plano de desligamento incentivado ou movimentar-se para outras unidades onde há vagas.  Os funcionários que optarem pelo desligamento poderão aderir à modalidade aposentadoria ou desligamento consensual. 

O banco informou ainda que não tem objetivo de reduzir seu quadro de funcionários, mas adequá-los à nova estrutura. “Não há, portanto, meta de desligamentos, pois as movimentações oferecidas poderão regularizar a situação do funcionário”, diz o banco.

O acordo

Além dos direitos regulamentares de desligamento de pessoal, haverá uma indenização vinculada ao tempo de trabalho no banco, de até 9,8 salários. 

O banco também ressarcirá o plano de saúde dos funcionários e dependentes econômicos pelo período de 1 ano.

Quem não quiser

Quem não tiver interesse em se desligar, será priorizado no processo de preenchimento das vagas e aqueles que perderem a função manterão sua renda pelo período de 120 dias.

O impacto financeiro do programa será divulgado até o final do mês de agosto.

O Sindicato dos Bancários do Piauí, Arimatéia Passos, disse à Coluna Economia & Negócios, do Cidadeverde.com, que até o momento não há informações sobre a quantidade de funcionários que deverá aderir ao programa no Piauí.

Mudanças no Piauí

Entre as medidas do programa, também está a transformação de 49 postos de atendimento em agências e de 333 agências em postos de atendimento. Segundo o banco, as agências transformadas em postos continuarão a prestar os mesmos serviços financeiros, havendo impacto somente na estrutura organizacional. 

A assessoria nacional do BB informou à Coluna que haverá mudança em apenas duas agências do Piauí, que serão transformadas em postos de atendimento. As alterações ocorrerão nas agências de Cristino Castro e Pio IX. Veja a nota na íntegra:

O BB esclarece que nenhuma agência será fechada. No Piauí, duas (2) agências serão transformadas em PAA ao longo do segundo semestre deste ano. Não é possível estimar eventuais desligamentos, pois as movimentações oferecidas no Programa de Adequação de Quadros (PAQ) poderão regularizar a situação do funcionário.

Para os clientes, não altera em nada o atendimento do BB. O dimensionamento da estrutura foi feito de acordo com a necessidade observada em cada ponto, considerando aspectos como tipo de demanda, localização do ponto e dias de pico.

O BB pretende criar 42 novas agências especializados no atendimento a empresas, até outubro. Essa medida prevê a especialização de atendimento em carteira varejo, sem mudança física.

Também será criada a Unidade Inteligência Analítica, que surge com a missão de centralizar o acompanhamento das evoluções, inovações e desenvolvimento de técnicas, ferramentas e soluções com uso de Inteligência Analítica e de Inteligência Artificial.

De acordo com o BB, as medidas surgem em meio ao desenvolvimento de soluções tecnológicas. O BB diz que o mobile e internet já respondem por 80% de todas as transações.