Cidadeverde.com

Sefaz faz calendário de pagamento, mas hospitais mantêm suspensão do Plamta

Atualizada às 12h28

Em entrevista à Rádio Cidade Verde, o presidente do Sindicato dos Hospitais, Jefferson Campelo, informou que a suspensão dos atendimentos para Plamta e  Iapep a partir do próximo mês está mantida. 

"É uma questão de sobrevivência. Estamos tirando dinheiro do próprio bolso para pagar fornecedores. O que eu precisamos pagar em fevereiro ainda não recebemos e já estamos em junho. Não temos condições de manter isso".

O presidente disse ainda que há anos tenta negociar com o governo, mas afirma que todos os acordos foram descumpridos. 

"Não vamos nos contentar com o cronograma da Sefaz. Para nós, o que adianta é uma ação concreta, é o dinheiro na conta", afirmou.

Sefaz divulga calendário de pagamento

A Secretaria Estadual da Fazenda apresentou, na manhã desta terça-feira (19), ao Ministério Público, um calendário de pagamento dos repasses atrasados aos médicos que atendem pelo Plamta, o plano de saúde dos servidores do Piauí. 

O mesmo cronograma foi apresentado ontem (18), ao Sindicato dos Hospitais, que ainda não deu resposta, porque ainda precisa discutir com a categoria. 

Pelo cronograma apresentado, o governo regularizaria os débitos dentro de 60 dias. Veja como fica:

- Fevereiro: mês pago hoje ao Iaspi
- Março: pagamento previsto para o dia 16 de julho
- Abril: pagamento previsto para o dia 31 de julho
- Maio: pagamento previsto para o dia 15 de agosto
- Junho: pagamento previsto para o dia 31 de agosto

Segundo Emílio Júnior, Superintendente do Tesouro Estadual, os repasses de cada mês equivalem a R$ 19 milhões. Logo, o governo pagará aos médicos, até 31 de agosto, cerca de R$ 76 milhões que estavam atrasados. 

"Estou otimista que o sindicato aceite a proposta porque assim estamos mostrando que essa é uma prioridade do governo, mesmo que o estado esteja passando por dificuldades", destaca Emílio. 

 

Liquida: Como atrair, conquistar e manter clientes é tema de workshop

Acontece nesta quarta-feira (20), o workshop “Como atrair, conquistar e manter clientes”, ministrado por Frederico Cadena. O evento será realizado pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Teresina, em parceria com o Sebrae.

Já consagrada no calendário do comércio, a maior liquidação realizada na capital movimenta o comércio do centro, bairros e shoppings, gerando empregos, aumento nas vendas e na arrecadação de tributos para o estado e municípios. A Liquida conta com o apoio do Governo do Estado, Prefeitura de Teresina, Banco do Nordeste, Caixa Econômica Federal, Sebrae-PI, Sindilojas/PI e REDE.

 

Corpo de Bombeiros convocará 64 aprovados do concurso de 2014

Foto: Arquivo / Cidadeverde.com

O Corpo de Bombeiros vai convocar 64 novos aprovados no concurso de 2014 - que foi alvo de operação da Polícia Civil por fraude. A convocação deve acontecer na próxima semana, segundo o comandante da corporação, coronel Carlos Fredereico.

"Felizmente chegamos ao final do concurso de 2014. A previsão inicial era chamar 110 bombeiros, mas não houve êxito no total e vamos chamar, na próxima semana, 64 aprovados", declarou o comandante ao programa Acorda Piauí, da Rádio Cidade Verde.

O coronel acrescentou que só não foram chamados todos os 110 porque os demais candidatos não lograram êxito nas demais etapas do certame, como a avaliação física e psicológica. 

O curso de formação deve ser iniciado nos próximos dias, com duração de 4 a 6 meses. Os novosl soldados do Corpo de Bombeiros serão alocados tanto na capital do Piauí como no interior. 

O comandante disse ainda que para o Corpo de Bombeiros ser fortalecido serão necessários dois novos concursos. Ouça a entrevista completa abaixo:

 

Copom começa nova reunião para definir taxa de juros

Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) inicia nesta terça-feira (19), em Brasília, reunião para definir a taxa básica de juros, a Selic. Amanhã (20), às 18h, após a segunda parte da reunião, o comitê anunciará a decisão.

A expectativa agora é que a Selic deve ser mantida no atual patamar – 6,5% ao ano até o final de 2018. Este é o menor nível da história. 

Para 2019, as intuições financeiras esperam por aumento da Selic, encerrando o período em 8% ao ano.

A taxa básica de juros é usada nas negociações de títulos públicos no Sistema Especial de Liquidação e Custódia (Selic) e serve de referência para as demais taxas de juros da economia. Ao reduzir os juros básicos, a tendência é diminuir os custos do crédito e incentivar a produção e o consumo. Entretanto, as taxas de juros do crédito não caem na mesma proporção da Selic. Segundo o BC,, isso acontece porque a Selic é apenas uma parte do custo do crédito.

Após princípio de incêndio, Sefaz-PI transfere atendimentos

A Secretaria de Fazenda do Piauí informou que o atendimento ao público na 3ª Gerência Regional de Atendimento Teresina, localizada na avenida Maranhão, Centro da capital, será feito temporariamente em outras agências da Sefaz. A interrupção no atendimento é devido a reparos no local após um princípio de incêndio na manhã desta segunda-feira (18).

Em Teresina, a Sefaz possui agências de atendimento na avenida Miguel Rosa com Nações Unidas e nos Shoppings Rio Poty e Auto Mall, este último localizado na avenida João XXIII, na Ladeira do Uruguai.

Petrobras reduz em 1,24% o preço da gasolina nas refinarias

Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

A Petrobras anunciou nesta segunda-feira (18) uma nova redução no preço da gasolina em suas refinarias, desta vez, de 1,24%. Com o anúncio, o litro do combustível negociado no parque de refino da estatal custará R$ 1,8941, ou seja, 2 centavos a menos do que o preço atual (R$ 1,9178). Em junho, a gasolina acumula queda de preço de 3,71% (7 centavos por litro). Nos últimos 30 dias, o recuo chega a 5,51% (11 centavos por litro).

Já o preço do diesel segue congelado em R$ 2,0316, conforme ficou estabelecido pelo programa de subvenção ao combustível anunciado pelo governo, que prevê redução de R$ 0,46 no preço do diesel por 60 dias.

 

Pela 7ª vez, mercado piora previsões para economia brasileira

Foto: Divulgação/Internet

 

Pela sétima vez, o mercado financeiro piorou as expectativas para a economia brasileira. Os analistas ouvidos pelo Banco Central reduziram a alta do PIB e estimam inflação maior - ainda como reflexo dos 11 dias de greve dos caminhoneiros. Veja mais detalhes:


PIB 
- 2018: estimativa caiu de 1,94% para 1,76%. 
- 2019: estimativa caiu de 2,80% para 2,70%.

INFLAÇÃO
- 2018: estimativa avançou de 3,82% para 3,88% (portanto, dentro da margem de tolerância da meta, que é entre 3% e 6%).
- 2019: estimativa subiu de 4,07% para 4,10%.

(Lembrando que o sistema de metas para a inflação em 2019 é entre 2,75% e 5,75%).

JUROS
- 2018: estimativa mantida em 6,5% até ao final do ano. Atualmente, a Selic está nesse patamar.
- 2019: estimativa mantida em 8% ao ano. 

DÓLAR
- 2018: estimativa subiu de R$ 3,50 para R$ 3,63.
- 2019: estimativa subiu de R$ 3,50 para R$ 3,60.

BALANÇA COMERCIAL
- 2018: estimativa subiu de US$ 57,15 bilhões para US$ 58,34 bilhões de resultado positivo.
- 2019: a estimativa subiu de US$ 49,6 bilhões para US$ 49,8 bilhões.

INVESTIMENTOS
- 2018: estimativa recuou de US$ 71 bilhões para US$ 70 bilhões .
- 2019: estimativa recuou de US$ 77 bilhões para US$ 76,60 bilhões.

O Boletim Focus é realizado semanalmente, ouvindo especialistas de mais de 100 instituições financeiras. O resultado é divulgado todas as segundas-feiras pelo Banco Central.

Aberto prazo para saque do PIS/Pasep para maiores de 57 anos

A partir de hoje (18), os brasileiros com mais de 57 anos, que são titulares de contas inativas dos fundos dos programas de Integração Social (PIS) e de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), poderão sacar esses recursos. Entre os dias 14 e 28 de setembro, a autorização será ampliada para todas as idades, diferentemente do que ocorria até então, quando o saque total só podia ser feito quando o trabalhador completasse 70 anos, se aposentasse, tivesse doença grave ou invalidez ou fosse herdeiro de titular da conta. 

Ouça detalhes sobre como funciona e quem tem direito ao PIS/Pasep no áudio acima.

A mudança da regra ocorreu na última semana, quando o presidente Michel Temer assinou decreto que amplia as possibilidades de saque até o dia 28 de setembro. A estratégia do governo é impulsionar a economia, seguindo o modelo adotado na liberação de saques das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), que representaram cerca de R$ 43 bilhões em movimentação.

Pelas contas do governo, 28,7 milhões de pessoas serão beneficiadas. Em cifras, são R$ 34,3 bilhões disponíveis para saque no Banco do Brasil e na Caixa Econômica Federal. Isto porque 3,6 milhões de pessoas já resgataram R$ 5 bilhões em recursos dos dois programas.

Para saber se tem direito ao benefício, o trabalhador pode acessar os sites www.caixa.gov.br/cotaspis e www.bb.com.br/pasep.

Uber amplia formas de pagamento e passa a aceitar créditos pré-pagos

Foto: Divulgação / Uber

O Uber agora permite aos usuários brasileiros usarem créditos pré-pagos. A lógica é a mesma dos créditos para celular, por exemplo: você vai até um dos 250 mil pontos de recarga, faz um pagamento entre R$ 25 e R$ 200 e pode usar esse crédito nas corridas pedidas pelo aplicativo. 

A diferença é que o uso do crédito não é automático. O cliente terá que cadastrar no app um código emitido no ato da compra dos créditos. Com essa medida, a empresa visa estimular as pessoas a manter o dinheiro dentro do aplicativo, e não no bolso. A justificativa é dar mais segurança aos clientes e motoristas.

A recarga não é a primeira iniciativa da companhia no segmento de pré-pagos. No fim de 2017, o Uber passou a vender cartões pré-pagos em lojas de varejo, o que permitia aos usuários comprarem créditos.

Petrobras reduz preço da gasolina nas refinarias em 0,89%

Foto: Divulgação/Internet

A Petrobras anunciou nesta sexta-feira (15) nova redução no preço da gasolina nas refinarias. O valor do litro passará de R$ 1,9351 para 1,9178 no sábado (16), queda de 0,89%.

Na quarta-feira, a petroleira já tinha reduzido o preço em 1,59%. No mês de junho já foram anunciadas 7 quedas e 2 altas no preço da gasolina.

Em 30 dias, a queda acumulada é de 2,5%. Desde o dia 8 de fevereiro, quando a Petrobras começou a divulgar os preços de referência nas refinarias, o avanço é de 5,57%

Já o preço do diesel segue congelado em R$ 2,0316, conforme ficou estabelecido pelo programa de subvenção ao combustível anunciado pelo governo, que prevê redução de R$ 0,46 no preço do diesel por 60 dias.

Posts anteriores