Cidadeverde.com

Empresa de Call Center abre 1000 novas vagas em Teresina

Ainda há vagas para emprego no segmento de call center, em Teresina. O cargo disponível é operador de telemarketing, com previsão de contratação imediata. Os currículos devem ser entregues na sede da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec), localizada na Avenida Campos Sales, nº 1292, de segunda a sexta, das 7h30 às 13h, a partir desta segunda feira (23). Para concorrer a uma das vagas o interessado deve ser maior de 18 anos, ter ensino médio completo e noções de informática, além dos documentos pessoais. Não é necessária experiência anterior. 

Concurso chegando: Veja os assuntos mais cobrados do BB nas últimas provas

A LFG realizou um levantamento dos assuntos mais cobrados no concurso público do Banco do Brasil, em sete disciplinas. Também foi levado em consideração o nível de importância em cada uma delas. O instituto mapeou as provas dos dois últimos certames do BB, realizados em 2013 e 2014, para identificar os temas mais abordados pela Fundação Carlos Chagas (FCC) e pela Cesgranrio - organizadoras das provas. O atual concurso, cuja prova será dia 15 de março, foram registrados 535 mil inscritos, com vagas para 15 estados, incluindo o Piauí, o Ceará e o Maranhão. O salário é de R$ 2.227,26. Veja abaixo os temas mais cobrados em cada disciplina:

1) Lígua Portuguesa (clique aqui para ver as perguntas)

Interpretação de textos - significação contextual de palavras e expressões foi abordado em 14 questões, representando 53,9% do total. Em seguida aparecem: morfossintaxe (3 perguntas - 11,5%), pontuação (2 - 7,8%), reescritura de frase - redação (2 - 7,8%), pronome pessoal e regência (1 - 3,8%), coesão e coerência - pronomes (1 - 3,8%), flexão verbal (1 - 3,8%), período composto (1 - 3,8%) e grafia/acentuação (1 - 3,8%).

2) Raciocínio lógico-matemático (clique aqui para ver as perguntas)

Foram 7 temas mais comuns na disciplina, sendo que conjuntos numéricos foi o mais lembrado pelas bancas, com 8 questões (40%) do total. Completam a lista: porcentagem (4 questões - 20%), estatística (2 - 10%), matemática financeira - empréstimo (2 - 10%), matemática financeira - juros (2 - 10%), probabilidade (1 - 5%) e matemática financeira - taxa (1 - 5%).

3) Cultura organizacional (clique aqui para ver as perguntas)

Cinco temas foram os mais lembrados na disciplina, sendo o assunto de código de conduta da alta administração pública o mais comum, com 3 questões e 37,5% do total. Em seguida estão: motivação (2 questões - 25%), cultura organizacional (1 - 12,5%), características da cultura organizacional (1 - 12,5%) e código de ética do Banco do Brasil (1 - 12,5%).

4) Técnicas de venda (clique aqui para ver as perguntas)

Foram identificados 6 temas mais comuns, mas nenhum deles se destacou. Todos tiveram apenas 1 questão, representando 16,66% do total. Os assuntos mais cobrados foram: Código de defesa do consumidor (CDC) - venda casada, processo de vendas - pré-abordagem, planejamento de vendas - potencial de mercado, motivação, custo para o cliente e imagem institucional.

5) Atendimento (clique aqui para ver as perguntas)

A disciplina teve 13 temas mais comuns, sendo que o mais cobrado foi marketing de relacionamento, com 4 questões (18,1%). Apesar disso, houve equilíbrio na divisão de questões entre os assuntos mais cobrados. Completam a lista: ouvidoria (3 questões - 13,6%), necessidades e expectativas do cliente (2 - 9,2%), valor para o cliente (2 - 9,2%), matriz SWOT (2 - 9,2%), matriz PORTER (2 - 9,2%), produtos e serviços (1 - 4,5%), share of mind (1 - 4,5%), planejamento estratégico, tático e operacional (1 - 4,5%), promoção de vendas - marketing integrado (1 - 4,5%), atendimento (1 - 4,5%), empatia (1 - 4,5%) e forças de PORTER (1 - 4,5%).

6) Domínio produtivo da informática (clique aqui para ver as perguntas)

A disciplina teve 9 assuntos mais abordados, mas nenhum ganhou grande destaque e disparou no ranking. Em primeiro lugar ficou o tema de sistema operacional, com 3 perguntas - 20% do total. Em seguida estão: protocolos (2 questões - 13, 3%), editor de textos (2 - 13, 3%), segurança da informação (2 - 13, 3%), planilhas eletrônicas (2 - 13, 3%), hardware (1 - 6,7%), formato de arquivos (1 - 6,7%), redes sociais (1 - 6,7%) e correio eletrônico (1 - 6,7%).

7) Conhecimentos bancários (clique aqui para ver as perguntas)

Uma das disciplinas mais importantes do concurso, conhecimentos bancários teve 17 temas entre os mais cobrados. O tópico Banco Central do Brasil foi o mais lembrado, com 5 questões e 16,8% do total. A lista completa é formada por: Conselho Monetário Nacional - CMN (3 questões - 10%), garantias (3 - 10%), Sistema Financeiro Nacional - SFN (2 - 6,7%), taxa SELIC (2 - 6,7%), crime de lavagem de dinheiro (2 - 6,7%), crédito rural (2 - 6,7%), ações (2 - 6,7%), PGBL e VGBL (1 - 3,3%), títulos de capitalização (1 - 3,3%), seguros (1 - 3,3%), Comissão de Valores Imobiliários - CVM (1 - 3,3%), Fundo Garantidor de Créditos - FGC (1 - 3,3%), BNDES (1 - 3,3%), consolidação bancária (1 - 3,3%), câmaras de compensação (1 - 3,3%) e crédito direito ao consumidor (1 - 3,3%).

Usuários do Bolsa Família poderão acessar vagas de emprego pela TV

Acessar informações e serviços públicos a partir do controle remoto. Este é o propósito do Projeto Brasil 4D que, por meio de um equipamento acoplado aos televisores, permite que beneficiários do Bolsa Família façam, em sua própria casa, consultas sobre vagas de emprego, capacitação profissional, serviços públicos nas áreas de saúde, educação, segurança e transporte, além de serviços bancários, cursos técnicos e de educação financeira.

O projeto-piloto vem sendo tocado há um ano em Brasília para cerca de 100 famílias. Em João Pessoa, o projeto-piloto já foi encerrado e um relatório foi elaborado, identificando o impacto sócio-econômico sobre a TV digital pública interativa. “Esse relatório identificou uma economia de R$ 12 por mês com transporte e lanches, principalmente para aqueles que buscam empregos. Parece pouco, mas é muito, se considerarmos que o salário médio das famílias atendidas pelo Bolsa Família [público que recebeu os primeiros equipamentos nessa fase de testes] é R$ 173”, explica o coordenador-geral do Projeto Brasil 4D, o superintendente Executivo de Relacionamento da EBC, André Barbosa. 

Caso o Projeto Brasil 4D seja estendido a 10 milhões de famílias, ele representará, em dez anos, uma economia de R$ 7 bilhões, segundo estimativa do governo. A expectativa é que cerca de 14 milhões de famílias sejam beneficiadas com a ajuda de parte dos R$ 3,6 bilhões em recursos obtidos como forma de compensação, pagos pelas empresas de telefonia móvel que usarão a faixa de 700 Mhz, também para a troca de transmissores e antenas das empresas de radiodifusão que terão de migrar da faixa, e para a divulgação dessa mudança.

 

Imposto de Renda: Dilma confirma correção de 4,5% na tabela

"Eu sinto muito" - essas foram as palavras da presidente Dilma Rousseff (PT) ao confirmar que a correção da tabela do imposto de renda ficará em 4,5%. Ela disse ter vetado o reajuste aprovado pelo Congresso, em 6,5%, porque “não cabe no Orçamento”. A presidente completou a frase dizendo que se não houver acordo, a discussão terá que ser reaberta. A correção da tabela do imposto de renda de pessoas físicas geraria um impacto de R$ 7 bilhões aos cofres públicos, ante uma perda de cerca de R$ 5,3 bilhões com o reajuste proposto pelo governo.

 

Governo define: renda per capita da classe média é R$ 291 a 1.019

A nova classe média brasileira é integrada por pessoas que vivem em família com renda per capita entre R$ 291 e R$ 1.019. O critério foi definido por uma comissão de especialistas da Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE) da Presidência da República.

A definição de classe média foi finalizada após análises de propostas com mais de 30 alternativas. Dentro dessa definição, a comissão dividiu a classe média em três grupos:

- Baixa classe média: renda per capita entre R$ 291 e R$ 441
- Média classe média: renda per capita entre R$ 441 e R$ 641
- Alta classe média: renda per capita entre R$ 641 e R$ 1.019

Com base nisso, o governo informou que a classe média representa mais da metade da população brasileira. O critério foi definido para facilitar estudos sobre o que pensa, o que quer, o que espera, o que faz e qual o padrão de consumo dessa nova classe média.

Para chegar a essa definição a secretaria levou em consideração o padrão de despesa das famílias e os gastos com bens essenciais e supérfluos. Também foi usado como critério o grau de vulnerabilidade, ou seja, da probabilidade de retorno à condição de pobreza.

Crescimento de 14%: Banana, abóbora e laranja lideram vendas na Ceapi

A Central de Abastecimento do Piauí (Ceapi) comercializou, no primeiro mês do ano, 32.439,6 toneladas de hortifrutis, ovos, cereais, pescado e aves. O número representa 14% de crescimento em relação ao mesmo período do ano anterior, quando foram vendidas 28.050 toneladas de alimentos. 

Diante dos números apresentados no boletim mensal divulgado na manhã desta sexta-feira (20), o gerente de Mercado da Ceapi, Edmar Vieira, afirmou que não medirá esforços para modernizar a estrutura do local e continuar melhorando as vendas. 

O boletim mensal aponta que a banana, a abóbora, a laranja, o tomate, a cebola, o coco, a melancia, o melão, o repolho, a maçã, o abacaxi, a batata inglesa, o alho, o mamão, a uva, a cenoura e o pimentão foram os hortigranjeiros que tiveram maior movimentação em janeiro e representaram 80% da oferta global. O grupo das frutas nacionais foi destaque na comercialização do primeiro mês do ano e movimentou 16.236 toneladas de produtos. Já, o grupo das frutas importadas, somam, apenas, 1.963 toneladas. 

Relação dos produtos mais vendidos, com volume em toneladas:

1º - Banana - 4.178
2º - Abóbora - 2.482
3º - Laranja - 2.762
4º - Tomate - 2.018
5º - Cebola - 2.218
6º - Coco - 2.116
7º - Melancia - 1.884
8º - Melão - 1.386
9º - Repolho - 1.280
10º - Maçã - 792

PGM confirma concurso com 22 vagas e salário de até R$ 3 mil

A Procuradoria Geral do Município (PGM) confirmou a realização de concurso público para este ano. Segundo o órgão, serão disponibilizadas 22 vagas, com salários que vão de R$ 800 a R$ 3.152,04. 

As vagas são para os seguintes cargos:

- analista administrativo (16)
- administrador (2)
- contador (1)
- engenheiro agrimensor (1)
- analista de sistema (1)
- técnico de informática (1)

Já foi autorizada pelo prefeito de Teresina a contratação de uma empresa para executar o concurso. De acordo com o procurador-geral, Cláudio Rêgo, a meta é que as provas sejam realizadas ainda no primeiro semestre deste ano e as convocações ocorram durante o segundo semestre de 2015. 

“A lei da criação do quadro permanente foi um projeto idealizado e bem aceito pelo prefeito, inclusive foi aprovado por unanimidade pela Câmara Municipal, que deu total apoio. Esse é um importante passo para a melhoria nos serviços realizados dentro da Procuradoria, uma vez que, com o quadro efetivo, há uma fixação dos servidores na PGM, o que acrescentará qualidade aos serviços prestados”, ressalta o procurador.

Concurso em Tribunais de Justiça oferecem salários de R$ 20 mil

Para quem está se preparando para os concursos de 2015, segue a lista dos três Tribinais de Justiça brasileiros que estão com inscrições abertas:

Bahia
Vagas: 1.259 
Cargos: juízes leigos e conciliadores.
Salário: até R$ 8.558,52 
Inscrições: até 2 de março pelo site da Consultec

Pernambuco
Vagas: 50
Cargo: juiz substituto ( É preciso ter nível superior em direito e ter exercido atividade jurídica por três anos, no mínimo)
Salário: R$ 19.383,88
Inscrições: até 19 de fevereiro pelo site da Fundação Carlos Chagas

São Paulo
Vagas: 30
Cargo: Contador judiciário (os aprovados devem trabalhar na comarca da capital. Para participar, é preciso ter ensino superior em ciência contábeis em instituição reconhecida pelo Ministério da Educação, diploma registrado no órgão competente e registro no Conselho Regional de Contabilidade ativo e em situação regular.)
Salário: R$ 5.668,56
Inscrições: até 6 de março pelo site da Vunesp

Também no TJ de São Paulo estão sendo ofertadas duas vagas para estatísticos judiciários. É exigido dos candidatos que tenham graduação em estatística numa instituição reconhecida pelo MEC, diploma registrado no órgão competente e registro no Conselho Regional de Estatística da 3ª Região.
Salário: R$ 6.309,90
Inscrições: até 20 de março também pelo site da Vunesp 

 

Cooperativa do PI movimenta R$ 2 milhões com venda de cajuína

A Cooperativa dos Cajucultores do Estado do Piauí, Cajuespi, encerrou 2014 movimentando mais de R$ 2 milhões com a venda de cajuína. A cooperativa possui 120 afiliados em todo o Piauí, distribuídos em 36 cidades. A informação foi divulgada pelo Sebrae. A Cajuespi firmou parceria com uma das maiores redes de supermercados do Piauí, e só em dezembro de 2014 vendeu 12 mil caixas do produto para o grupo. "E a tendência para este ano é aumentar ainda mais as vendas", afirma o diretor da cooperativa, Lenildo Lima.

Valor agregado

Em maio do ano passado a cajuína piauiense foi registrada como Patrimônio Cultural Brasileiro pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, Iphan. Em setembro, o produto recebeu o selo de Indicação de Procedência, uma das espécies da Indicação Geográfica, IG. O registro reconhece reputação, qualidades e características que estão vinculadas ao local de origem.

A bebida tipicamente piauiense é vendida não só nos mercados do Piauí e Ceará, mas também para outros Estados da federação como é o caso de São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Bahia e Maranhão.

Sindicato realiza seminário sobre saúde no setor de Call Center

O Sindicato dos Trabalhadores de Telecomunicação (Sinttel/PI) realizará seminário nesta sexta-feira (20) com o tema "Saúde dos Trabalhadores em Call Center". O evento acontece a partir das 8h, no auditório do sindicato, na rua Magalhães Filho, 479, Centro Sul. Dentro da programação terá o lançamento do livro “O outro lado da linha: Adoecimento dos trabalhadores em teleatendimento”, da escritora e palestrante Dra. Renata Queiroz Dutra doutoranda e Mestre em Direito, Estado e Constituição pela Universidade de Brasília.

Posts anteriores