Cidadeverde.com

FMI indica brasileira para cargo na diretoria administrativa

A brasileira Carla Grasso foi indicada para assumir o cargo de vice-diretora-gerente e diretora administrativa do Fundo Monetário Internacional (FMI). A informação foi divulgada nesta quarta-feira (14). O cargo foi criado recentemente para melhorar o nível operacional interno e administrativo do órgão. 

Carla tem experiência nos setores público e privado, foi vice-presidente de recursos humanos da Vale entre 2001 e 2011. Foi também secretária de Previdência Complementar do governo entre 1994 e 1997, assessora e coordenadora nos ministérios da Previdência, Planejamento e Fazenda e consultora no Banco Mundial (Bird). Ela assumirá a nova posição no dia 2 de fevereiro e será responsável por funções administrativas do fundo, na coordenação de orçamentos, recursos humanos, tecnologia, serviços gerais e auditoria interna.

 

"Falta de energia ainda ameaça perda de indústrias para Timon"

A declaração é do presidente da Associação Industrial do Piauí, Joaquim Costa, e está presente no documento que será entregue ao governador Wellington Dias (PT) até o final desta semana. "Nesse diagnóstico apresentamos a necessidade de redução do número de secretários, empresas públicas, serviços terceirizados e cargos comissionados, para que o Estado se adeque à Lei de Responsabilidade Fiscal e assim sobre dinheiro para investir em infraestrutura", esclareceu o presidente. Segundo ele, "energia e urbanização dos polos são os desafios da indústria do Piauí". 

Joaquim enfatizou que é preciso lutar para que a Eletrobras invista na melhoria do abastecimento de energia elétrica do Piauí. "Ainda existe a ameaça de perdermos indústrias para Timon, que tem um serviço energético de melhor qualidade. Não podemos deixar isso acontecer. A Prefeitura de Teresina está fazendo sua parte, mas ela sozinha não conseguirá. A nossa esperança é que o novo governo, que está alinhado com o governo federal, consiga mais recursos", completou.

Zé Filho visita reforma da escola do SESI em Parnaíba

O presidente da Federação das Indústrias do Estado do Piauí (FIEPI), Antônio José de Moraes Souza Filho, visitou as obras de reforma e ampliação da Escola Integrada Deputado Moraes Souza, em Parnaíba. Iniciada no ano passado, a obra está 80% concluída. A previsão é que a inauguração aconteça no primeiro semestre deste ano. O investimento da FIEPI é de R$ 12 milhões.

O projeto da Escola Integrada atende cerca de 1.500 alunos e contempla uma área de 10 mil metros quadrados. Nesse espaço, haverá um prédio moderno com 26 salas de aula, auditório, biblioteca, laboratórios, refeitório e quadra poliesportiva. A escola terá ainda uma ampla área destinada à circulação e às atividades de lazer e cultura. 

TJ do Piauí anuncia concurso com 325 vagas para 2015

O presidente do Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI), desembargador Raimundo Eufrásio, divulgou o lançamento do edital para realização do concurso público em 2015. As vagas serão assim distribuídas:

- 300 para servidores de nível médio e superior
- 25 para magistrados
- 90 para estagiários (seleção já finalizada)

“É um número muito bom, nesse primeiro momento, porque vamos prover todas as varas e juizados de grande demanda”, comentou o presidente. O edital está em fase de elaboração. Os salários das categorias ainda não foram divulgados.

Levy descarta repasse para reduzir contas de energia e responde críticas

Incomodado com a má repercussão dos ajustes econômicos, o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, declarou que as mudanças propostas não são "um saco de maldades". Ele argumentou que as alterações serão compatíveis com a proposta do governo de elevar a poupança pública. 

Mesmo com a pressão da imprensa, o secretário não divulgou quais impostos serão elevados. Sobre a minirreforma previdenciária, Levy disse apenas que o governo está trabalhando para evitar desperdícios.

O ministro defendeu que o “realismo tarifário” deve reorientar a economia. "Temos de fazer coisas que tenham um mínimo de impacto na atividade econômica”, avaliou. Levy deixou claro que não haverá repasses do Tesouro Nacional para o setor elétrico para equilibrar a conta de energia, ficando a cargo dos consumidores o aporte final por meio das tarifas.

Mudanças no INSS só afetam novos beneficiários, afirma gerente

  • _MG_8871.jpg
  • _MG_8870.jpg
  • _MG_8867.jpg
  • _MG_8863.jpg


O gerente do INSS no Piauí, Carlos Viana, explicou que as regra da minirreforma previdenciária só valerá para os novos beneficiários. As mudanças serão adotadas dentro de 60 dias.

"É preciso 60 dias para adequar o sistema às mudanças, mas somente os novos beneficiários serão afetados e a principal alteração é na pensão por morte, que era o que mais onerava a previdência. O objetivo, com tudo isso, é fazer com que as pessoas trabalhem", resumiu o gerente.

Segundo Carlos explicou que atualmente o cônjuge que fica viúvo tem direito a 100% do salário do trabalhador. Agora, esse percentual será diminuído pela metade. "E, só será vitalício para quem tem mais de 44 anos. No caso de quem tem 21 anos, por exemplo, o benefício só será repassado por três anos", completou.

Nesta terça-feira (13), o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, declarou que a intenção da pensão é proteger um pai que, porventura, tenha sofrido acidente ou falecido. “Não é [conceder] uma renda vitalícia para alguém que tenha capacidade de trabalhar e é independente. No caso dos impostos, também”, destacou.

Aposentados e pensionistas ainda podem comprovar vida no INSS


O gerente do INSS no Piauí, Carlos Viana, informou aos pensionistas e aposentados que ainda há tempo de renovar a senha nos bancos para continuar recebendo o benefício. Segundo ele, os valores referentes ao mês de janeiro ainda não foram suspensos e os beneficiários devem comparecer aos bancos para comprovar a vida. "Muitos não compareceram e ainda há tempo, apesar de o prazo ter se encerrado dia 31 de dezembro", completou.

Convênio entre BNB e CDL dá crédito de até R$ 200 mil para lojistas do Piauí

  • _MG_8728.jpg
  • _MG_8714.jpg
  • _MG_8687.jpg
  • _MG_8685.jpg
  • _MG_8676.jpg

A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Teresina e o Banco do Nordeste (BNB) assinaram nesta segunda-feira (12) convênio que cria uma linha de crédito especial para os lojistas do Piauí. Na prática, a parceria possibilitará maior capital de giro para lojistas do Estado.

O convênio prevê a disponibilidade de um cartão de crédito com a bandeira Visa, com juros subsidiados. Os valores do crédito vão de R$ 4 mil a R$ 200 mil, o que, para a Câmara representa a chance de maior movimentação do comércio do Estado. "Este é um cartão empresarial pré-aprovado com a bandeira Visa e sem anuidade. Poderá ser usado em toda rede credenciada como capital de giro para comprar insumos e matéria-prima. Estamos lançando este novo produto porque o comércio é área importante da economia piauiense e o Banco do Nordeste tem o interesse de fazer parcerias para o desenvolvimento do estado", detalhou o presidente do BNB, Nelson Antônio de Souza.

O governo Wellington Dias (PT) esteve presente na solenidade de assinatura do convênio e comemorou a parceria da CDL com o BNB. Ele considerou que o banco tem cumprido suas metas com o Nordeste e apresentado resultados positivos.

"O comércio piauiense tem uma força muito importante na economia e com essa parceria quem ganha são os lojistas. Nós vamos dialogar para proteger o mercado interno e assegurar mais polos de comércio no estado", disse.

Como aderir

O lojista interessado terá que ser ou tornar-se correntista do Banco do Nordeste e será submetido a uma avaliação pelos gerentes de negócios do banco para dimensionamento do limite a ser concedido, segundo a capacidade de pagamento e o porte da empresa.

Reeleito na CDL, Evandro Cosme quer implantar certificado digital

  • _MG_8835.jpg
  • _MG_8833.jpg
  • _MG_8830.jpg
  • _MG_8827.jpg
  • _MG_8826.jpg
  • _MG_8823.jpg
  • _MG_8815.jpg
  • _MG_8810.jpg
  • _MG_8799.jpg
  • _MG_8797.jpg
  • _MG_8794.jpg
  • _MG_8787.jpg
  • _MG_8784.jpg
  • _MG_8778.jpg
  • _MG_8776.jpg
  • _MG_8774.jpg
  • _MG_8768.jpg
  • _MG_8766.jpg
  • _MG_8765.jpg
  • _MG_8763.jpg
  • _MG_8753.jpg
  • _MG_8742.jpg
  • _MG_8726.jpg
  • _MG_8719.jpg

Tomou posse nesta segunda-feira (12), em solenidade no auditório Jesus Elias Tajra Filho, a nova diretoria da Câmara de Dirigentes Lojistas de Teresina e da  Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Piauí (FCDL-PI). As entidades serão presididas por Evandro Cosme e Sávio Normando, respectivamente, durante o triênio 2015-2017. 

Reeleito no cargo, o presidente Evandro Cosme tem como propostas para o novo mandato a implantação do certificado digital e da semana do nome limpo, projeto no qual as empresas podem recuperar os seus ativos trazendo seus consumidores para a situação de adimplentes. Cosme tem a intenção de realizar a 2ª edição da campanha Liquida Teresina, além de obras estruturantes para a entidade.

"Essa campanha do nome limpo será realizada em abril para dar liquidez aos lojistas. O cliente vai poder limpar o nome e regularizar sua situação junto à loja com condições facilitadas. Por outro lado, o lojista vai ter um aumento significativo de valores", declarou.

Sávio Normando, da FCDL-PI, disse que vai buscar convênios principamente com instituições de ensino. "Nós vamos unir o setor lojista ao de educação, através do ensino superior. Fechamos recentemente uma parceria com a Uninovafapi para que os alunos de design de interiores façam o layout das lojas. O projeto leva o nome de 'se essa loja fosse minha'. Com isso, vamos procurar fortalecer as CDLs já existentes e abrir novas", afirmou.

A solenidade contou com a presença do governador Wellington Dias e do prefeito de Teresina, Firmino Filho. No evento, o presidente do Banco do Nordeste (BNB), Nelson Antônio de Souza, recebeu o Troféu Mérito Lojista. A iniciativa foi proposta pelo presidente da entidade, Evandro Cosme.

Secretário de Fazenda pede ajuda de auditores para aumentar arrecadação do PI

Durante posse da nova diretoria do Tribunal de Contas do Estado (TCE), o secretário Estadual de Fazenda, Rafael Fonteles, pediu ajuda dos auditores para aumentar a arrecadação do Estado. “O nosso objetivo é fomentar a arrecadação estadual. Quero contar com a ajuda de todos vocês, auditores, para que continuem animados, prestando esse relevante serviço para o Estado do Piauí”, declarou o gestor.

A nova direção

Tomou posse nesta segunda-feira (12), no auditório do Tribunal de Contas do Estado (TCE), a nova diretoria do Sindicato e da Associação dos Auditores Fiscais da Fazenda Estadual do Piauí (AAFFEPI) para o biênio 2015/2016. Clésio Teixeira Coelho assume novamente a presidência do AAFFEPI, juntamente com o vice-presidente, Kléber Cavalcanti de Araújo Luz, e demais membros da diretoria. “Vamos defender a quebra do redutor constitucional, uma vez que a Constituição Federal estabelece que o limite da remuneração do Executivo não deve ser inferior ao do Judiciário ou do Legislativo, e cerca de 21 Estados da Federação já têm esse pleito atendido. Além disso, vamos lutar pela implantação da Lei Orgânica da Administração Tributária”, destaca Clésio.

Posts anteriores