Cidadeverde.com

Aumento no preço do combustível deixa frutas mais caras na Ceapi


Dezembro é o mês das festas e, com isso, a demanda por frutas como a uva, a romã e o morango aumenta drasticamente, provocando a alta nos preços e até o desabastecimento do mercado. Na Ceapi (Central de Abastecimento do Piauí), os valores já estão bastante elevados.

Segundo o auxiliar técnico da Casa, João Cícero Lima, explicou que os maiores reajustes são registrados nos alimentos importados, como maçã, pera, uva, kiwi, morango, abacate e romã. "Isso se deve ao aumento do preço dos combustíveis, principalmente. O abacate, por exemplo, teve aumento de 40%", avalia. 

O preço da caixa do morango, com 12 unidades, custava em média R$ 12 ao consumidor final. Agora o preço chega a R$ 18 - um aumento de 50%. O quilo da uva com caroço registra média atual de R$ 7. Já o quilo da uva sem caroço, que é mais procurada, já chega a R$ 17.

A safra de frutas para dezembro é: Abacaxi, abacaxi pérola, abacaxi havaí, ameixa nacional, amêndoa, avelã, banana prata, castanha, coco verde, figo, framboesa, graviola, laranja pêra, lichia, limão, limão tahiti, maçã nacional,maga, maracujpa, melancia, melão amarelo, nozes, nectarina nacional, pêssego nacional, romã, uva itália, uva niágara e uva rubi.

Caiu na malha fina da Receita? Veja o que fazer


A Receita Federal liberou nesta segunda-feira (8) as consultas ao sétimo e último lote de restituições do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) de 2014. As consultas podem ser feitas no site do Fisco. Quem não está neste lote, e também não figurou nos seis lotes anteriores (entre junho e novembro deste ano), está automaticamente na malha fina do leão, ou seja, teve sua declaração retida para verificação de eventuais pendências ou omissões. Nesse caso, veja o que fazer:

Cheque as pendências - Por meio do chamado "extrato" do Imposto de Renda (clique aqui), o contribuinte consegue saber quais pendências ou inconsistências foram encontradas pelo Fisco na sua declaração do IR de 2014. Para acessar o extrato do IR é preciso usar o código de acesso gerado na própria página da Receita Federal, ou certificado digital emitido por autoridade habilitada. O acesso ao extrato também permite conferir se as quotas do IR estão sendo quitadas corretamente, além de identificar e parcelar eventuais débitos em atraso, entre outros serviços. 

Retificação - Depois de descobrir quais inconsistências foram encontradas pela Receita Federal na declaração do Imposto de Renda, o contribuinte pode enviar uma declaração retificadora ao Fisco e, deste modo, sair da malha fina. Quando a situação for resolvida, caso tenha direito à restituição, ela será incluída nos lotes residuais do IR.

Chamado do Fisco e agendamento - Quem caiu na malha fina mas não encontrou erros na declaração pode aguardar ser chamado pelo Fisco para apresentar os documentos que comprovem que a declaração foi feita corretamente. Nesse caso, não é preciso mandar uma declaração retificadora. Entretanto, caso a Receita julgue que o contribuinte não tem razão, cobrará o imposto devido com uma multa de 75%, além dos juros (taxa Selic). Os contribuintes também podem agendar seu atendimento no Fisco, sem ter a necessidade de aguardar a notificação pelo órgão.

10 dicas para escolher bem o ponto comercial da sua empresa


Avaliar o melhor ponto para se colocar uma empresa não é tarefa fácil - ainda mais se o empreendedor é marinheiro de primeira viagem. O primeiro grande desafio é encontrar um local que o aluguel não seja alto a ponto de zerar os lucros. Hoje em dia, o valor dos pontos comerciais estão muito altos e a escolha requer cada vez mais análise e cautela. Abaixo seguem outras 10 regras básicas que, segundo o site Infomoney, devem ser seguidas antes de fechar contrato:

1) Cheque se há autorização para o local funcionar como ponto comercial. Sem o alvará será impossível manter a empresa.
2) Evite locais escondidos, com pouca visibilidade.
3) Verifique se o custo do imóvel é compatível com o valor de mercado. Tente negociar.
4) Opte por contratos de, no máximo, 5 anos. Nesse período o empresário terá tempo suficiente para analisar as chances de crescimento com a permanência no local.
5) Analise o fluxo de pedestre e calcule se isso impulsionará novos clientes.
6) Veja se o público consumidor mora ou trabalha próximo ao ponto escolhido.
7) Conheça os concorrentes.
8) Cheque se há estacionamentos próximos. Os clientes gostam da comodidade da segurança.
9) Verifique se a calçada tem acessibilidade e se é atrativa - cheiros fortes e calçadas irregulares repelem clientes.
10) Procure um local de grande movimentação e fácil acesso. A proximidade com paradas de ônibus pode ser interessante para o negócio. 

"É preciso tecnificar a agricultura familiar", destaca futuro secretário

Fotos: Raoni Barbosa

O deputado estadual eleito Francisco Limma (PT), que assumirá a Secretaria de Desenvolvimento Rural a partir de janeiro, destacou que é preciso tecnificar a agricultura familiar do Piauí, para inserir a atividade no mercado, de forma mais substancial. 

"Temos no Piauí 800 mil pessoas dependentes da agricultura familiar e o governo tem que cuidar mais desses segmentos mais frágeis, sem perder de vista, claro, o espaço ocupado pelo agronegócio", completou o futuro gestor da pasta. Limma ressaltou que o próximo governador, Wellington Dias (PT), irá manter as estruturas já existentes na SDR e que as equipes irão assegurar que não haja perdas de recursos já empenhados. 

Leilão da JM terá 45 lotes e movimentará R$ 800 milhões


Um dos leilões mais esperados da Expoapi, o da fazenda JM, está marcado para a próxima quarta-feira (10), no Parque de Exposição Dirceu Arcoverde, a partir das 20h. Serão leiloados 45 lotes de animais, sendo 30 da JM e 15 de fazendas parceiras.

O 3º Leilão da Fazenda JM vai reunir o melhor da raça gir leiteiro, girolando e nelore, como resultado da seleção de sêmens e de melhoradores de outros estados como Minas Gerais. O evento promete movimentar em torno de R$ 800 mil em negócios pecuários. 

Expoapi começa neste sábado e terá 5 grandes leilões


Com o selo de livre da febre aftosa, a Expoapi volta ao circuito nacional das grandes exposições. Seis Estados confirmaram presença na edição desse ano - Maranhão, Ceará, Pernambuco, Bahia, Minas Gerais e Pará.

Com a valorização do gado piauiense, a organização do evento estima movimentar mais de R$ 3 milhões em negócios relacionados à pecuária, sem contar com a comercialização de comidas e bebidas. "Teremos grandes leilões, todos os dias, a partir de amanhã [6]", completou o deputado e pecuarista João Mádison. 

Foto: Raoni Barbosa

Começa amanhã

A abertura da Expoapi está marcada para este sábado (6), no Parque de Exposição Dirceu Arcoverde. O evento é aberto ao público, inclusive durante os tradicionais shows. A grande cavalgada será realizada no domingo (7), a partir das 8h, na Pompeu Rações. 

Piauí registra primeira marca franqueada

FOTO: Raoni Barbosa

Franquias de fora já são comuns no Piauí. Das novas empresas abertas, um percentual de 80% é referente à grandes marcas, nascidas em outros Estados. Mas agora, o Piauí avança no setor empresarial, propagando sua primeira franquia.

No mercado desde 2008, a rede de pizzarias Giga Pizza é a primeira marca piauiense a ser franqueada. Há apenas 20 dias de vendas abertas, seis franquias já foram comercializadas, incluindo as cidades de Teresina (PI), Parnaíba (PI), Recife (PE), São Luís (MA) e Belém (PA). "É o Piauí lá fora. Estamos muito felizes com o resultado obtido em tão pouco tempo de vendas", comemora o proprietário da marca, Alex Ludwig. 

Compras de Natal pelo celular devem crescer mais de 50%


Os números da Black Friday sinalizam que o volume de compras de Natal através de smartphones deve aumentar no Brasil em 2014. A projeção é do e-commerce do Facebook, que registrou aumento de 50% na receita oriunda dos anúncios, em relação ao ano de 2013.

A expectativa é de um crescimento igual ou maior que a Sexta-Feira Negra. O Facebook informou que algumas lojas já fecham até 20% de suas vendas por meio de smartphones e outras plataformas móveis. No passado, esses gadgets eram mais usados pelos compradores para comparar preços quando iam fechar negócio numa loja física do que para compras online.

Poupança pouco atrativa


A poupança não está mais tão atrativa para os brasileiros. Dados divulgados pelo Banco Central apontam que, em novembro, os depósitos superaram os saques em R$ 2,53 bilhões. Apesar do saldo positivo, esta foi a menor entrada líquida de recursos para os meses de novembro desde 2011, quando os depósitos somaram R$ 30 milhões.

No acumulado de janeiro a novembro de 2014, os depósitos na caderneta superaram as retiradas em R$ 18,6 bilhões - também a menor entrada de recursos desde 2011, quando somou-se R$ 10,9 bilhões. Na comparação com o mesmo período do ano passado, houve queda de 69%.

Motivos

O cenário econômico não está favorável para a poupança desde o início do processo de aumento dos juros básicos da economia. De acordo com cálculos da Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac), com o aumento da taxa básica de juros da economia de 11,25% para 11,75% ao ano nesta semana, as aplicações em renda fixa (como fundos de investimento) mantêm mais atratividade e continuam ganhando da poupança.

Incentivos fiscais geram R$ 4,3 bilhões em investimentos no PI


R$ 4,3 bilhões - esse é o volume de investimentos a serem realizados no Piauí por 37 empresas que receberam incentivo fiscal do governo neste ano de 2014. O benefício é regulamentado pela lei 6.146/2011, para a instalação e ampliação de indústrias.

A expectativa é que dentro desse cenário sejam gerados mais de 15 mil empregos, entre diretos e indiretos. Os dados foram apresentados pelo Conselho de Desenvolvimento Industrial do Estado do Piauí (CODIN), presidido pela secretária do Desenvolvimento Econômico e Tecnológico, Patrícia Freitas.

Investimentos crescentes

Com a concessão de incentivos fiscais, os investimentos das indústrias no Piauí tem sido crescente. Em 2012, com 34 empresas contempladas, os recursos investidos foram R$ 196 milhões. Em 2013, apesar do número de empresas ter sido reduzido para 19, os investimentos mantiveram o mesmo patamar - R$ 194 milhões. A isenção do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços(ICMS) pode ser concedida por um período de até 25 anos.


Em todo o Piauí

Das 37 empresas beneficiadas em 2014, 20 farão investimentos em Teresina. As demais, serão instaladas ou ampliadas nas cidades de Parnaíba, São Raimundo Nonato, Picos, Uruçuí, Corrente, Campo Maior, Monsenhor Gil, Esperantina, Paulistana e Piripiri. 

A tendência das indústrias é interiorizar as atividades e instalar novas empresas, comprovando que o Estado é um bom lugar para se investir. Dos 37 incentivos, 29 (78%) foram destinados a novas indústrias e 8 (22%) a empreendimentos já instalados.

Posts anteriores