Cidadeverde.com

MP se reúne com governo para discutir concurso público na Saúde

Foto: Ascom / MP


Representantes do Ministério Público do Piauí estiveram reunidos com os secretários estaduais Florentino Neto e Osmar Júnior para discutir a realização de concurso público para servidores efetivos da rede de saúde.  Em dezembro do ano passado, o MPE ingressou com uma ação contra o Estado para a realização de concurso público. O objetivo da ação é suprir a deficiência de profissionais de saúde em hospitais do Piauí. 

De acordo com informações prestadas pela Secretaria da Saúde (Sesapi), a deficiência de profissionais passa de 3 mil, entre médicos, enfermeiros, nutricionistas, fisioterapeutas, farmacêuticos, biomédicos, e outros. Outro aspecto que motivou a ação foi a constatação do grande número de contratações temporárias em hospitais administrados pelo Estado.

A solução apontada pela Sesapi foi a realização de novo teste seletivo simplificado para contratação de profissionais de saúde. No entanto, a proposta não foi aceita porque, em parecer técnico do CACOP, consta que o Estado do Piauí "está ciente da necessidade de realização de concurso público há bastante tempo, tanto que historicamente vem realizando contratações diretas, sem certame de concorrência, para tentar suprir uma conjuntura funcional esperada e previsível, qual seja, a necessidade permanente de admissão legal e constitucional de profissionais da saúde”.

Durante a reunião, o secretário de Governo, Osmar Júnior, assumiu o compromisso de conversar com o governador e apresentar ao Ministério Público uma solução para o caso.

Concurso IBGE: população poderá se inscrever para as duas provas

Foto: Valmir Macedo / Cidadeverde.com


As provas para os cargos de recenseador e agentes censitários para o Censo 2020, do IBGE, acontecerão em dias diferentes, portanto, o mesmo candidato poderá fazer as duas provas. 

O cargo de agente censitário terá salário de R$ 2.100 + auxílio-alimentação (agente censitário municipal) ou de R$ 1.700 + auxílio-alimentação (agente censitário supervisor). As provas serão no dia 17 de maio. O resultado final será divulgado dia 12 de junho.

O cargo de recenseador terá remuneração de acordo com a produtividade, levando em conta: 

- o número de unidades visitadas
- a taxa de remuneração dos setores censitários
- o número de questionários respondidos
- o número de pessoas recenseadas

O horário de trabalho não é fixo para os recenseadores, mas espera-se que o trabalhador cumpra uma jornada de pelo menos 25 horas semanais, o que dá 5 horas por dia.

As provas para recenseador serão no dia 24 de maio. O resultado final será divulgado dia 03 de julho.

São ao todo 3.144 vagas para o Piauí distribuídas da seguinte forma:

Agentes censitários municipais (ACM) = 183 vagas

Agentes censitários supervisores (ACS) = 340 vagas

Recenseadores = 2.621 vagas

Há vagas em todos os municípios.

Clique aqui para ver o edital para o cargo de recenseador e aqui para ver o edital para agente censitário

Edital do concurso do IBGE sairá nesta semana com 3 mil vagas para o Piauí

Foto: Ascom / IBGE

O edital do novo concurso do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) será lançado nesta semana. A previsão do órgão é que até quinta-feira (5) haja a publicação do documento.

Estão previstas 3 mil vagas para o Piauí, sendo 700 apenas para Teresina.

Os aprovados trabalharão como recenseadores e supervisores no Censo 2020. O salário do supervisor é aproximadamente R$ 1.700, acrescido de benefícios como auxílio alimentação e transporte. O pagamento aos recenseadores é feito por produção - depende do número de questionários aplicados.

Veja mais detalhes do cronograma:

Inscrições: março
Prova: maio
Resultado: junho
Convocação: julho
Agosto: início da coleta de dados
Outubro: conclusão da coleta

O trabalho dos aprovados deve durar entre 3 e 5 meses. Serão visitados 900 mil domicílios no estado, sendo 230 apenas em Teresina.

No ato da inscrição, os candidatos poderão escolher em qual município desejam trabalhar. No caso de Teresina, poderão escolher também a zona da cidade.

Sine-PI tem 36 vagas de emprego disponíveis; veja como se candidatar

Foto: Valmir Macedo / Cidadeverde.com


O Sistema Nacional de Empregos do Piauí (Sine-PI) está com 36 vagas de emprego disponíveis. A maioria é destinada a Pessoas Portadoras de Deficiência (PCDs).

As oportunidades para o público em geral são:

- Cobrador externo (2 vagas) 
- Mecânico eletricista de automóveis (1 vaga)
- Supervisor de logística (1 vaga)
- Vidraceiro (1 vaga)

As oportunidades para PCDs são:

- Operador de telemarketin ativo e receptivo (10 vagas)
- Operador de caixa (6 vagas)
- Auxiliar de serviços gerais - na confecção de roupas (4 vagas)
- auxiliar administrativo (2 vagas)
- fiscal de loja (2)
- frentista (2)
- pedreiro (1)
- vendedor interno (1)

Para se candidatar às vagas, o empregado deve ter cadastro em um dos postos do Sine (Centro, Dirceu, Parque Piauí e Espaço Cidadania). Com isso, é possível pegar uma carta de encaminhamento para a vaga disponível. O horário de atendimento é de 7h30 às 13h30. O serviço é gratuito. Os documentos necessários para o cadastro são:

 

Inscrições para concurso de procurador e fiscal começam nesta 2ª feira

Foto: Arquivo CV

As inscrições para o concurso público de Procurador do Município e Fiscal de Serviço Público começam nesta segunda-feira (10).

Estão sendo oferecidas 6 vagas para Procurador (sendo uma vaga para pessoa com deficiência), com salário base de R$ 8.142 + gratificação de R$ 11.398,79 por produtividade operacional. No total, a remuneração será de R$ 19.540,79.

Para procurador é preciso ter diploma de nível superior em Direito, com registro correspondente na Seccional da OAB/PI.

O valor da inscrição para procurador é de R$ 140.

Já para fiscal de serviços públicos estão sendo oferecidas 20 vagas (sendo uma para pessoa com deficiência). Para este cargo, é preciso ter diploma, devidamente registrado, de curso superior (licenciatura, bacharelado, tecnólogo), em qualquer área do conhecimento.

O salário oferecido é de R$ 3.848,09 + R$ 162,94 de gratificação por nível superior. O valor da inscrição é R$ 85.

O período de inscrição vai até o dia 6 de março, exclusivamente pela internet (clique aqui para acessar o site da organizadora).

A prova objetiva está prevista para o dia 5 de abril, para ambos os cargos. A prova de títulos dos fiscais será entre os dias 13 e 15 de abril, com resultado final previsto para 4 de agosto. Clique aqui para ver o edital para vagas de fiscal.

Já para o cargo de procurador, haverá também a prova discursiva, dia 14 de junho, e a apresentação de títulos, do dia 22 ao dia 24 de junho. 

A publicação do resultado final para procuradores está prevista para o dia 2 de outubro. Clique aqui para ver o edital para vagas de procurador. 

Concursos não podem vetar quem responde a processo, diz STF

Foto: Carlos Moura / STF 

Editais de concursos públicos não podem mais vetar a participação de candidatos que respondam a processo criminal. Isso foi o que decidiu o Supremo Tribunal Federal (STF), na noite desta quarta-feira (5), por 8 votos a 1. 

Para a maioria dos ministros, a restrição viola o princípio constitucional da presunção de inocência.

Na primeira sessão de julgamentos de 2020 os ministros analisaram um recurso que chegou à corte em 2007. A discussão foi sobre um caso concreto, mas o resultado deve ser aplicado todos os processos semelhantes pelo país. Segundo o site do Supremo, há 573 processos aguardando o desfecho desse caso.

Caso concreto

O caso concreto é de um policial militar do Distrito Federal que queria fazer prova para ser promovido, mas foi impedido porque respondia a um processo criminal. A Justiça do DF decidiu que o policial não podia ser barrado na seleção, mas o governo recorreu alegando que, em respeito à disciplina e à hierarquia, era necessário que policiais que estivessem sendo investigados pelo cometimento de crimes não fossem promovidos. O relator do recurso, ministro Luís Roberto Barroso, negou o recurso do governo do DF. "Dizer que a simples existência de um processo impede a participação num concurso ou a promoção [na carreira] viola a Constituição", disse.

Barroso fez uma analogia com a Lei da Ficha Limpa, dizendo que, se para impedir a candidatura a deputado e a senador é exigida condenação em segundo grau, para um concurso público não se pode empregar uma restrição mais gravosa –a mera existência de um processo.

Votos

Os ministros Edson Fachin, Rosa Weber, Luiz Fux, Cármen Lúcia, Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes e Dias Toffoli acompanharam o voto do relator.

Já o ministro Alexandre de Moraes votou por atender ao pedido do DF, ressaltando que, no caso concreto, o PM já estava na corporação e conhecia as regras internas. O ministro Marco Aurélio declarou impedimento e não votou porque sua esposa, que é juíza, atuou no caso na Justiça do DF. O decano Celso de Mello não participou da sessão porque está de licença médica.

O julgamento não foi finalizado porque não houve consenso sobre a tese que será fixada. A tese é um enunciado geral que deve nortear a Justiça nos casos semelhantes. O presidente da corte, Dias Toffoli, disse que o julgamento será finalizado nas próximas sessões.

 

Procuradoria abre 100 vagas de concurso com salário até R$ 7,3 mil

Foto: Arquivo / Cidadeverde.com


A Procuradoria Geral do Distrito Federal abriu concurso público com 100 vagas para analista e técnico jurídico. Os salários oferecidos vão até R$ 7.320 e são, ao todo, 14 cargos.

Aos cargos de nível médio (técnico jurídico) está sendo oferecido salário de R$ 4.720 para uma jornada de 40 horas semanais. 

aos cargos de nível superior (analista jurídico) está sendo oferecido salário de R$ 7.320, também para jornada de 40 horas.

As inscrições já estão abertas e vão até o dia 20 de fevereiro. Para os cargos de nível superior, a taxa cobrada é de R$ 78. Para os cargos de nível médio, a taxa é de R$ 54.

As provas para o cargo de Analista Jurídico serão aplicadas no dia 22 de março, no turno da manhã, com duração de 4 horas e 30 minutos.

As provas para o cargo de Técnico Jurídico terão duração de 3 horas e 30 minutos e serão aplicadas dia 22 de março, no turno da tarde.

Clique aqui para ver o edital.

Quase mil candidatos poderão ser eliminados de processo seletivo

Foto: Divulgação FWF

Foram encerradas, na última sexta-feira (31), as inscrições para o processo seletivo de instrutores que irão atuar nos projetos de profissionalização realizados pela Fundação Wall Ferraz. 

Ao todo 1.408 pessoas fizeram a inscrição pelo site da instituição, mas destes, apenas 442 realizaram a entrega das documentações exigidas para efetivar a participação no processo.

De acordo com Scheyvan Lima, Presidente da Fundação Wall Ferraz, as 966 pessoas que ainda não entregaram a documentação, tem até as 13h desta segunda-feira (03), para efetivar a participação no processo seletivo. 

“O edital é bastante claro sobre a inscrição pelo site, seguida pela entrega dos documentos aqui na sede da Fundação Wall Ferraz”, enfatiza Scheyvan Lima, afirmando ainda que para melhorar o atendimento presencial, a instituição irá aumentar o numero de funcionários a fim de dar agilidade ao processo de recebimento dos documentos.

 

Novo concurso do IBGE terá mais de 3 mil vagas para o Piauí

Foto: Ascom/IBGE

O Instituto Brasileiro de Georgrafia e Estatística (IBGE) abrirá novo processo seletivo para a contratação de pessoal para o Censo 2020. A previsão é de mais de 3 mil vagas para o Piauí, sendo cerca de 700 apenas para Teresina.

O edital deve ser lançado no mês de fevereiro. Os aprovados trabalharão como recenseadores e supervisores no Censo 2020. O salário do supervisor é aproximadamente R$ 1.700, acrescido de benefícios como auxílio alimentação e transporte. O pagamento aos recenseadores é feito por produção - depende do número de questionários aplicados.

Segundo o chefe do IBGE no Piauí, Leonardo Passos, as inscrições serão abertas em março e a prova será realizada em maio. "O resultado será divulgado em junho e a convocação está prevista para julho. Em agosto já vamos começar a coleta. Essa coleta vai de agosto a outubro", completa.

O trabalho dos aprovados deve durar entre 3 e 5 meses. "A expectativa é que nós visitemos mais de 900 mil domicílios no Piauí, sendo mais de 230 mil em Teresina", afirma o chefe do IBGE.

No ato da inscrição, os candidatos poderão escolher em qual município desejam trabalhar. No caso de Teresina, poderão escolher também a zona da cidade.

 

Ação cadastrará currículo de trans e travestis no Sine para facilitar empregos

Foto: Arquivo / Cidade Verde

A Gerência de enfrentamento a LGBTfobia fará, na próxima quinta-feira (30), uma ação para cadastrar currículos e orientar a população de travestis e transexuais sobre vagas de emprego. O evento acontecerá das 9h às 12h, na sede do Sine, na Rua Areolino de Abreu, 1309, Centro.

"A gente vai fazer uma ação de visibilidade. Será um ponta pé inicial para que, no futuro, a gente possa ter um programa continuado", explica a gerente de enfrentamento à homofobia, Joseane Borges.

No local haverá diversos tipos de serviços informativos, com orientações para a retificação do prenome e o gênero. "Além disso, teremos um guichê da Fundação Wall Ferraz (FWF) com os cursos que serão ofertados. Ainda temos poucas travestis e trans no mercado de trabalho. Temos apenas três formalizadas, mas a maioria é mão-de-obra não qualificada porque não tiveram a oportunidade de educação. Nosso objetivo é inseri-las no mercado de trabalho, mas com qualidade", explica Joseane.

As inscrições no Sine serão feitas no local e haverá uma roda de conversa para que as empresas saibam como tratar travestis e trans. 

 

Posts anteriores