Cidadeverde.com

Jucepi alerta para prazo de comunicação de funcionamento das empresas

A Junta Comercial do Piauí (Jucepi) alerta as empresas que estão há 10 e 20 anos sem realizar qualquer arquivamento para o final do prazo de comunicação de funcionamento. Atualmente, são 22.002 empresas nessa situação que deverão comunicar o funcionamento até o dia 30 de junho.

A medida visa cumprir a Lei Federal nº 8.934/94, que autoriza o cancelamento administrativo do registro de empresa que não tenha realizado qualquer arquivamento na Junta Comercial nos últimos 10 anos. A falta de comunicação implica no cancelamento do registro empresarial e na perda do nome empresarial. 

“O nome empresarial é um ativo da empresa, tem valor no mercado, e se esta perder a proteção, outra pode registrar esse nome. Por isso, é de grande importância essa convocação que fazemos para as empresas não perderem o prazo de comunicação de funcionamento”, explica a presidente da Jucepi, Alzenir Porto. A lista completa das empresas que precisam comunicar o funcionamento até o dia 30 de junho está disponível no site www.jucepi.pi.gov.br

Como evitar o cancelamento

- O responsável pelo negócio deverá comunicar à Jucepi que a empresa deseja manter-se em atividade (modelo disponível no site da Junta)
- Procederá o arquivamento das alterações ocorridas no período, cujo atos não tenham sido levados a registro, na Jucepi; ou ainda,
- Informará e requererá, quando for o caso, a paralisação temporária das atividades empresariais (modelo também disponível no site da Jucepi).

Membro da equipe de Guedes discutirá liberdade econômica em Teresina

Foto: Reprodução Instagram @professorandresantacruz

O  I Simpósio Piauiense dos Empreendedores Contábeis, que começa nesta quinta-feira (23), vai trazer para Teresina um dos redatores da MP da Liberdade Econômica, o diretor do Departamento Nacional de Registro e Integração, André Santa Cruz. O advogado faz parte da equipe do Ministro da Economia, Paulo Guedes, e vai falar sobre as mudanças que prometem atrair investidores e destravar a atividade econômica em geral.  A MP foi assinada pelo presidente Jair Bolsonaro em abril. 

O evento acontece nos dias 23 e 24, na OAB-PI. Uma das principais mudanças celebradas pela equipe econômica e, ao mesmo tempo, a mais polêmica, é o fim da necessidade de qualquer tipo de registro, incluindo alvarás de funcionamento, sanitário e ambiental  para atividades consideradas de baixo risco. A MP estabelece que os estados e municípios é quem vão fiscalizar e  definir quais são essas atividades. 

O Simpósio traz  para Teresina outros profissionais renomados da área econômica  e grandes influenciadores digitais. Uma das palestras mais esperadas é a do  professor Felipe Guerra, eleito o 3º Contador mais influente da Internet. O profissional traz para o simpósio uma palestra sobre gestão de escritórios contábeis. 

 

Teresina terá Simpósio de Empreendedores Contábeis com digital influencers

Foto: Ascom do evento / divulgação

Nos dias 23 e 24 de maio, Teresina recebe, no auditório da OAB-PI, o I Simpósio Piauiense dos Empreendedores Contábeis com profissionais renomados da área e grandes influenciadores digitais.  Nomes como o do professor Felipe Guerra, eleito o 3º Contador mais influente da Internet, já estão confirmados no evento com uma palestra sobre gestão de escritórios contábeis. As inscrições estão abertas através do site www.ascontepi.br

O evento traz ainda  Fernanda Rocha, que ganhou projeção em todo o Brasil ao criar uma plataforma digital para contadores e por encabeçar o movimento “Contabilidade Sem Chatice”, reunindo milhares de contadores no Brasil inteiro através de grupos de discussão, encontros regionais, sempre com o objetivo de auxiliar os profissionais contábeis a se unirem e solucionarem problemas.

Roberto Dias Duarte, um dos maiores consultores do setor contábil do Brasil, vai falar sobre “o que nunca te disseram sobre o mercado de serviços contábeis”.  Robson Cavalcanti, especialista em marketing digital e consultoria empresarial, falará sobre tendências e estratégias para se destacar no mercado contábil. Outro nome de peso é do contador Dante Barini. O profissional já realizou centenas de palestras de norte a sul do Brasil auxiliando empresários e profissionais contábeis no entendimento e aplicação das novas exigências legais. Samuel Matos, especialista em Direito dos Mercados Financeiro e de Capitais (Insper/SP), assessor financeiro e sócio de uma grande empresa de investimentos,  falará sobre o Mercadi de Capitais e as Oportunidades para Investidores e Empreendedores Contábeis.

 

Negócios de baixo risco não precisarão de alvará de funcionamento

Foto: Pixabay / reprodução gratuita


O presidente Jair Bolsonaro assinou na terça-feira (30) uma medida provisória batizada de Liberdade Econômica, que altera legislações sobre pequenos negócios e startups para reduzir a burocracia. 

Segundo o texto, as startups e pequenas empresas não precisarão de alvará de funcionamento para testar novos produtos e serviços, desde que os itens não afetem a saúde ou a segurança pública e sanitária e não haja uso de materiais restritos. 

Na assinatura da MP, o secretário de Desburocratização, Gestão e Governo Digital, Paulo Uebel, afirmou que o governo está cumprindo a promessa de "tirar o Estado do cangote das pessoas" e enfatizou que o objetivo é gerar emprego e renda.

Na prática, essa medida quer dizer que as startups e pequenas empresas de baixo risco não precisarão mais passar pela "mão do Estado" para funcionarem. O governo fará agora uma "regra geral" sobre o grau de risco das atividades, que será aplicada quando os municípios não tiverem regras específicas sobre isso.

Essas empresas, no entanto, não estão isentas das fiscalizações regulares durante seu funcionamento. A MP também acaba com restrições de horário de funcionamento, desde que haja respeito aos direitos trabalhistas e às regras de condomínios, entre outros pontos.

Por se tratar de uma MP, as novas regras entram em vigor, provisoriamente, logo após a publicação no Diário Oficial da União. O Congresso Nacional tem até 120 dias para aprovar o texto. Do contrário, as mudanças na legislação feitas pela MP perderão o valor.

Empreendedorismo Popular é tema de palestra para famílias do CRIA

Foto: Ascom / PMT

A presidente da Fundação Wall Ferraz, Samara Pereira, participou ontem (10) de uma atividade com as famílias em situação de vulnerabilidade social acompanhadas pelo Centro de Reintegração e Incentivo à Adoção - CRIA. A gestora abordou o tema “Empreendedorismo Popular”, com o objetivo de apresentar a essas famílias alternativas de geração de renda que viabilizem a inclusão socioprodutiva.

A fala da gestora trouxe relatos de casos de Empreendedorismo Popular entre alunos egressos de cursos da Fundação Wall Ferraz. “Muitos de nossos egressos já conseguiram montar seu próprio negócio. São salões de beleza, lanchonetes, produção de bolos para eventos. Durante os cursos que tem potencial para o trabalho autônomo ou iniciativa empreendedora, os instrutores da FWF sempre estimulam os alunos e passam as informações necessárias para o início do pequeno empreendimento”, completa Samara Pereira.

A gestora destacou também que o empreendedorismo, muitas vezes, nasce de uma necessidade, mas inclui outros elementos fundamentais para que o negócio tenha chances reais de dar certo, dentre elas: a identificação de uma oportunidade de negócio, a vontade e autoconfiança de quem vai empreender, a realização de um planejamento operacional e financeiro, o estabelecimento de um bom diálogo e canais de comunicação com os potenciais consumidores; e a realização de um trabalho com zelo e dedicação.

 

Sindilojas fará palestra sobre como falar melhor no mundo dos negócios

Foto: Arquivo /Agência Brasil

O Sindicato dos Lojistas do Comércio do Estado do Piauí (Sindilojas/PI) realizará na próxima quarta-feira (13) a palestra “Como falar melhor e influenciar pessoas no mundo dos negócios”, com a master coach Katiane Vieira.

O Sindicato frisa que uma das maiores necessidades no mundo dos negócios está relacionada ao desenvolvimento de habilidades na área da comunicação e o curso visa atualizar os associados quanto a isso, apresentando novos conhecimento na área.

O evento acontece de 18h30 às 20h30, na sede do Sindilojas - Rua Desembargador Freitas, 990, Centro.

Convenção lojista de Teresina já tem data marcada

Foto: Arquivo / Cidadeverde.com

A Convenção Lojista 2019 já tem data marcada, 26 e 27 de abril. 

O evento, já consagrado no calendário estadual, trouxe ao Piauí nomes como o ex-piloto Emerson Fittipaldi; o CEO da Riachuelo, Flávio Rocha; professor de ética da USP, Clóvis de Barros Filho. 

As participações para este ano não foram informadas pela coordenação ainda.

O evento reúne empresários, estudantes, interessados em gestão e varejo.

Piauienses participarão da maior feira chinesa: US$ 30 bi em negócios

Foto: Divulgação Canton Fair

Um grupo de empresários piauienses está se organizando para ir à maior feira de Negócios da Ásia neste ano, a Canton Fair 2019. 

O evento, que acontecerá na China de 15 de abril a 05 de maio, tem visitação de quase 200 mil compradores internacionais e movimenta cerca de 300 bilhões de dólares em negócios. A Canton Fair está em sua 125ª edição.

A ida dos piauienses representa o interesse dos empresários do Estado em desbravar os negócios chineses. A feira tem três grandes fases, que abordam desde os eletrodomésticos e acessórios para veículos até artesanato, estética, moda e vestuário.

De acordo com o auditor fiscal da Receita Federal no Piauí, Carlos Eduardo Leite, o grupo está buscando a adesão de mais empresários e a Receita tem implantado, nos últimos anos, várias facilitações para fomentar o mercado de importação e exportação.

"Há cinco anos, a Receita tem trabalhado no Portal Único do Comércio Exterior. Nele, já é possível as empresas se habilitarem, fazerem o cadastro para importar. Já está no ar e é bem didático", afirma o auditor.

Carlos Eduardo acrescenta que o site permite ao empresário acessar, de seu computador, como anda o processo de importação ou exportação e se há alguma exigência pendente. 

"Na parte dos despachantes, os cadastros também estão facilitados, assim como a parte de verificação de qual tributo incide sobre determinados produtos. Tudo está informalizado no site. A Receita tem procurado atingir as metas de desembaraço aduaneiro", completa.

A média de desembaraço de mercadoria é de 0,6 dia em Teresina. Isso significa que, geralmente, as importações são liberadas em até duas horas. "Às vezes demora um ou dois dias, mas é quando falta alguma documentação do contribuinte", destaca o auditor.

Foto: Divulgação Canton Fair

Governo financia energia solar para empreendedores do Piauí

Foto: Francisco Leal / divulgação CCOM

Com o intenso processo de desenvolvimento turístico do litoral piauiense, principalmente em Barra Grande, município de Cajueiro da Praia, os empresários e empreendedores têm buscado novas alternativas para atender a alta demanda da região. A energia solar começa a ser uma das opções, tendo em vista o ótimo custo benefício e impacto a curto prazo.

O financiamento para a implantação dos painéis solares para a produção e o consumo de energia limpa em Barra Grande pode ser feito por meio da Agência de Fomento e Desenvolvimento do Piauí (Piauí Fomento). Há poucos dias, a primeira pousada atendida pela entidade instalou o equipamento e já está em pleno funcionamento. As 20 placas foram instaladas no telhado do empreendimento em diferentes posições, possibilitando o pleno atendimento de energia do local.

O presidente da Piauí Fomento, Cézar Fortes, explica como funcionam as placas. "Após a instalação das placas solares, a empresa não precisa mais pagar energia, ela ficará responsável apenas por quitar as parcelas com a agência, o que ocorrerá por volta de 3 a 4 anos e, então, ela não pagará mais nada. É um baixo investimento, com retorno a curto prazo”.

Quanto custa

O valor do financiamento para a implantação do equipamento é de aproximadamente R$ 35 mil. “No momento, a Piauí Fomento está financiando apenas empresas, mas a energia solar é uma alternativa viável para todas as pessoas. Nós temos uma fonte nova, um jeito de nos beneficiar com o calor do nosso estado e queremos incentivar, principalmente, as pequenas, médias e grandes empresas”, disse o presidente.

Para estimular o interesse dos empresários piauienses, o governo disponibilizou um alto subsídio. Quem opta pelo financiamento por meio da Piauí Fomento terá a taxa de juros reduzida para 5% ao ano. 

Projeto do Sebrae acompanhará 70 pequenos salões de beleza

Foto: Pixabay / download gratuito

O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, Sebrae no Piauí, lançou ontem (10), na sede da instituição em Teresina, o Projeto Beleza Digital, que será voltado para empresários de salões de beleza.

Segundo o site Empresômetro, vinculado ao Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação, IBPT, no Piauí havia mais de quatro mil cabeleireiros registrados no ano de 2015, e em 2016 esse número subiu para 4.630, um aumento de 14,35%.

O projeto atenderá 70 pequenos negócios de Teresina e tem como objetivo desenvolver ações estruturadas que agregue valor aos serviços dos salões e promova a competitividade dessas empresas.

As ações do Projeto Beleza Digital serão orientadas para gestão, qualificação do serviço, inovação, sustentabilidade e mercado. Cursos, palestras, oficinas e eventos técnicos estão entre as principais atividades que o Sebrae realizará para promover melhorias nos salões de beleza.

Maiores informações sobre o projeto podem ser obtidas através do número (86) 3216-1346. 

Posts anteriores