Cidadeverde.com

Projeto do Sebrae acompanhará 70 pequenos salões de beleza

Foto: Pixabay / download gratuito

O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, Sebrae no Piauí, lançou ontem (10), na sede da instituição em Teresina, o Projeto Beleza Digital, que será voltado para empresários de salões de beleza.

Segundo o site Empresômetro, vinculado ao Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação, IBPT, no Piauí havia mais de quatro mil cabeleireiros registrados no ano de 2015, e em 2016 esse número subiu para 4.630, um aumento de 14,35%.

O projeto atenderá 70 pequenos negócios de Teresina e tem como objetivo desenvolver ações estruturadas que agregue valor aos serviços dos salões e promova a competitividade dessas empresas.

As ações do Projeto Beleza Digital serão orientadas para gestão, qualificação do serviço, inovação, sustentabilidade e mercado. Cursos, palestras, oficinas e eventos técnicos estão entre as principais atividades que o Sebrae realizará para promover melhorias nos salões de beleza.

Maiores informações sobre o projeto podem ser obtidas através do número (86) 3216-1346. 

4 em cada 10 pequenos empresários pretendem investir nos próximos meses

Foto: Marcello Camargo / Agência Brasil

Otimistas com o cenário econômico pós-eleições e com a chegada do fim de ano, o empresariado dos setores de comércio e serviços têm planos para reforçar seus investimentos. É o que revela dados da CNDL e do SPC Brasil: 4 em cada 10 empresários disseram que pretendem investir nos próximos três meses. Este é o maior valor da série histórica, desde maio de 2015 quando esse percentual era de 30%.

Por outro lado, 44% não preveem investimentos para seus negócios — menor índice registrado até o momento. Entre estes empresários, 46% afirmaram não ver necessidade e 24% entendem que o país ainda não se recuperou da crise. Outros 16% alegam que já investiram recentemente e 15% mencionam falta de recursos.

Mesmo com o crescimento observado entre os resultados de outubro e novembro, o percentual dos que não pretendem investir supera o dos que planejam fazê-lo, o que mostra cautela de uma parcela significativa dos micro e pequenos empresários que continuam sentindo os reflexos remanescentes da recessão econômica de 2017. Em uma escala de zero a 100, o Indicador de Propensão a Investir registrou 46,8 pontos em novembro, 12% acima do mês anterior. Pela metodologia, quanto mais próximo de 100, maior a propensão para o investimento. Quanto mais próximo de zero, menor a propensão.

Aumento de vendas

De olho na proximidade do fim de ano, 50% dos empresários que têm intenção de investir planejam aumentar suas vendas. Já 26% destinarão recursos para atender ao aumento da demanda em seus estabelecimentos. Dados do indicador mostram que a principal finalidade dos investimentos de quem pensa em vender mais é ampliar os estoques (32%).

Além desses, 25% pretendem reformar a própria empresa; 22% comprar equipamentos e maquinário; 13% usar os recursos em mídia e propaganda; e 12% expandir o portfólio de produtos e serviços. A sondagem revela ainda que a maior parte dos que pretendem investir irá recorrer a capital próprio, seja na forma de aplicações financeiras (49%) ou da venda de algum bem (13%). O motivo do uso de capital próprio está ligado ao juro elevado, mencionado por 51%. Outros 20% devem recorrer a empréstimos.

Seis empresas do Piauí participam de encontro internacional de negócios

Foto: Agência Sebrae de Notícias

Seis empresas do Piauí participam como expositoras do Encontro Internacional de Negócios do Nordeste, EINNE, realizado em Fortaleza (CE). 

O EINNE, que chega a sua 20ª edição, é o maior evento de aproximação comercial internacional do Nordeste, reunindo grandes compradores do Brasil e do mundo para negociar com fornecedores de diversos segmentos e de todo o Nordeste.

A seleção das empresas participantes foi feita pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), que organizou ainda rodadas de negócios, nas quais essas empresas têm a oportunidade de ofertar seus produtos e serviços para diversos compradores.

“O EINNE é uma excelente oportunidade para que as empresas do Piauí possam fazer negócios com compradores nacionais e internacionais. A conquista de novos mercados abre perspectivas para essas empresas, que poderão incrementar a produção e o faturamento, chegando a várias partes do mundo”, afirma o gerente da Unidade Estadual de Atendimento e Mercados do Sebrae no Piauí, Francisco Holanda.

As empresas do Piauí que marcam presença no evento são: Babcoall, que fabrica azeite e óleo extravirgem de coco babaçu; Pratic Hair Internacional, fabricante de cosméticos; Comapi, cooperativa de apicultores; Império Indústria, que fabrica produtos a base de caju; e Wenzel’s Apicultura e Mel Wenzel, que são empresas do ramo de fabricação de produtos apícolas.

Palestra sobre empreendedorismo em comunidades carentes

Foto: Agência Besouro / divulgação

O empresário Vinícius Mendes, conhecido nacionalmente por criar o método "By Necessity", virá a Teresina para uma palestra na próxima segunda-feira (12). O evento abordará formas de empreendedorismo em comunidades carentes.

O método criado por Mendes consiste em estudos voltados para ajudar jovens de baixa renda a desenvolver planos de negócios. A palestra faz parte dos eventos da Semana Global de Empreendedorismo em parceria com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec).

A palestra de Vinícius Mendes será realizada às 19h do próximo dia 12, no Cine Teatro da Assembleia, localizado na Avenida Marechal Castelo Branco. 

Vinicius Mendes Lima é um jovem empreendedor que cresceu na periferia de Porto Alegre e fez mestrado na Argentina. Após trabalhar em pesquisa em comunidades carentes em Buenos Aires e no Rio de Janeiro, além do método By Necessity, ele também criou a Besouro Agência de Fomento Social, no qual promove cursos de capacitação gratuitos em favelas, vilas e periferias do Brasil, com sede em Porto Alegre e filiais em São Paulo e no Nordeste.

“Entre morros e vielas, em um ambiente hostil, onde não há sequer saneamento básico, existem pessoas que conseguem se reinventar, empreender e sustentar sua família”, garante Vinícius.

SebraeLab Experience destaca inovação e transformação digital

Foto: Misael Martins / Assessoria Sebrae

O Sebraelab Experience é um dos destaques na Semana Global do Empreendedorismo em Teresina. Nesse ambiente, a inovação, a transformação digital e o compartilhamento de novas ideias dão o tom das atividades.

“No SebraeLab, o público conta com um espaço dinâmico e de conhecimento. Montamos uma arena de games, coworking e acesso a internet. Esse evento é uma oportunidade para que surjam conexões e troca de experiências entre todos os envolvidos nas atividades. O foco é mostrar que empreender pode ser um caminho para sua vida pessoal e profissional”, destaca o analista do Sebrae no Piauí, Samuel Moraes.

As atividades do evento acontecem de norte a sul do Piauí até sexta-feira (09). Maiores informações no site do movimento –  www.empreendedorismo.org.br – ou no site do Sebrae no Piauí – www.pi.sebrae.com.br. Os interessados podem também ligar para a Central de Relacionamento Sebrae, no 0800 570 0800; ou ainda acessar as redes sociais da instituição.

Veto de Temer ao Supersimples afeta 300 mil empresas

Foto: Antônio Cruz/Agência Brasil

O presidente Michel Temer (PMDB) vetou o projeto do Refis do Supersimples, afetando diretamente mais de 300 mil microempreendedores individuais e micro e pequenas empresas.

O Projeto de Lei permitiria o retorno ao Simples Nacional dessas categorias de negócios, que foram excluídas do regime especial, em 1º de janeiro, por dívidas tributárias. Segundo o governo, o veto integral ocorreu em respeito à Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), uma vez que haveria renúncia de receita. O prazo para sanção do projeto havia terminado ontem (6).

“Da forma como está posto, sua promulgação agrediria a Lei de Responsabilidade Fiscal na questão da previsão da análise do impacto da arrecadação e da necessária compensação”, disse o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun. Ele explicou que o governo pedirá ao Ministério da Fazenda uma análise do tamanho do impacto desse refinanciamento. Em seguida, mandará ao Congresso Nacional um Projeto de Lei com tema semelhante, ajustado à lei fiscal.

Repercussão

O Refis do Supersimples seria possível a 386.108 empresas e era aguardado pelo setor. De acordo com o texto aprovado no Congresso e vetado no Planalto, as empresas poderiam ser beneficiadas com até 90% de desconto e renegociação das inadimplências. Em nota, o Sebrae lamentou o veto e se disse “surpreendido” pela decisão do governo. “Fomos surpreendidos no dia de hoje com uma medida que vai prejudicar centenas de milhares de empresas antes beneficiadas pelo Simples Nacional”. 

Semdec vai fazer pesquisa em empreendimentos do bairro Promorar

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec) vai iniciar, nesta sexta-feira (20), uma pesquisa em pequenos empreendimentos do setor de moda e beleza localizados do bairro Promorar, zona sul de Teresina. A pesquisa faz parte do projeto piloto intitulado ‘Empreende Bairro’, para estimular o empreendedorismo social qualificado nas comunidades da capital.

A ideia é mapear todas as atividades econômicas de um bairro, selecionar quais os setores mais fortes, depois realizar uma pesquisa qualitativa; oferecer consultoria gratuita para melhoria dos negócios e estimular a formalização das atividades empreendedoras, além de capacitar os micro e pequenos empreendedores.

Para o primeiro dia de pesquisa do projeto piloto, os pesquisadores da Semdec estarão em campo devidamente identificados, a partir das 8h, e devem percorrer durante toda a manhã e nos próximos dias 100 empreendimentos do bairro, explicando o projeto e realizando a captação de dados específicos. 

Cada pesquisador estará com um questionário preparado para buscar informações sobre escolaridade, qualificação extra, público consumidor, entre outros, desses microempreendedores. Com isso a pesquisa vai traçar o perfil dos empreendedores e dos negócios do setor de moda e beleza que atuam no Promorar.

Reduzir desemprego e informalidade

Segundo o secretário da Semdec, Venâncio Cardoso, o Empreende Bairro tem como finalidade ser mais um elemento para tentar reduzir o nível de desemprego e informalidade em Teresina através do investimento em pequenos negócios. “Nossa ideia é que consigamos estimular os negócios do bairro através de um consultoria personalizada, de uma capacitação desses empreendedores. Acredito que auxiliando esses pequenos negócios criaremos um ambiente propício para tirar o  pequeno empreendedor da informalidade, desencadeando assim a geração de emprego e renda. Vamos realizar uma pesquisa, oferecer consultoria gratuita e fechar a atividade no bairro com um evento na praça”, finalizou.

Dia do comerciante: burocracia e altas taxas são desafios em Teresina

Foto: Arquivo/Revista Cidade Verde

No dia 16 de julho é comemorado o dia do comerciante no Brasil. Considerada uma das profissões mais antiga do mundo, o comércio é, para muitas pessoas, a principal fonte de renda. E a atividade tem crescido em Teresina, especialmente entre os jovens.

Para o presidente do Sindicato dos Lojistas do Comércio do Estado do Piauí (Sindilojas), Tertulino Passos, o sentimento de empreender é a principal razão para se abrir um negócio. "O principal motivo é o espirito empreendedor, depois são as oportunidades de desenvolvimento de um negócio, a expectativa de lucros e crescimento como pessoa", conta o presidente. 

Segundo dados do Sindicato, o número de pessoas que investem no comércio em Teresina está crescendo, apesar de grandes dificuldades. O presidente do Sindicato ressalta que quem deseja abrir um comércio na cidade ainda enfrenta grande burocratização e que as vezes desestimula quem deseja ser comerciante. 

"Ser comerciante em nossa capital tem muitas dificuldades, a primeira delas vem pela legalização da empresa, onde muitas vezes você demora para conseguir as licenças. Outra coisa que é complicada é a consulta de viabilidade do local, que passa pela análise do contrato na Junta Comercial e que, em muitos casos, o analista faz interpretação diversa do que as partes acertam no contrato. Muitas vezes para que o contrato seja registrado precisa ser alterado aquilo que foi acertado entre os sócios", explica. 

Para o empresário José Alves Neto, para ter sucesso é preciso ter determinação, experiência e credibilidade. Ele afirma que atualmente o comércio está mais desafiador de se trabalhar, por conta da crescente concorrência. "Agora o número de pessoas com algum negócio aumentou e atualmente para o comerciante ficou mais complicado conquistar os clientes", ressalta o empresário. 

José Neto também relata que a burocratização e as altas taxas que os comerciantes precisam pagar também é um grande problema para quem deseja abrir uma empresa. "Temos uma burocratização muito grande no nosso país para abertura de uma firma, o que acaba atrapalhando muitas vezes em expandir o comércio. Também pagamos taxas altíssimas para manter o comércio aberto", comenta. 

Com toda sua experiência de 51 anos, o empresário afirma que é bom ser comerciante e que para quem se dedica a essa profissão, ela não decepciona. "Para quem deseja abrir uma empresa, eu aconselho que sempre faça as coisas dentro de suas possibilidades. Seja honesto, pois é a melhor forma de evoluir tanto pessoalmente como profissionalmente", finaliza.

Banco do Nordeste premia Micro e Pequenas Empresas no Piauí

O Banco do Nordeste do Brasil realiza nesta quarta-feira (6), às 15h, no Luxor Piauí Hotel, em Teresina, a solenidade de entrega do IV Prêmio Banco do Nordeste da Micro e Pequena Empresa no Piauí, em reconhecimento à ação de clientes empreendedores, que se destacam no Estado, nas categorias Indústria, Comércio e Serviços.

As empresas premiadas foram avaliadas por comissão julgadora, formada por representantes da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Piauí, Câmara de Dirigentes Lojistas de Teresina, Associação dos Jovens Empresários do Piauí, assim como Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Piauí. Inovações empregadas no negócio, competitividade, adoção de práticas que visam a redução do impacto ambiental, número de empregos gerados, além da evolução das receitas após o financiamento foram os critérios analisados.

As cerimônias acontecem nos nove estados do Nordeste, bem como Norte de Minas Gerais e Espírito Santo, área de atuação do BNB, até início de julho.

Semana do MEI acontecerá de 14 a 19 de maio em todo o país


Entre os dias 14 e 19 de maio, o Sebrae realizará a Semana do Microempreendedor Individual, MEI, em todo o país. No Piauí, as atividades do evento acontecerão em quase 40 municípios. Serão mais de 150 palestras e oficinas gratuitas. Em Teresina, será realizada ainda a Feira de Oportunidades de Moda e Beleza e o Fórum Gestão da Beleza.

“A Semana do MEI tem como objetivo disseminar informação e conhecimento para os MEI, de maneira a contribuir para que os empreendimentos legalizados por meio dessa figura jurídica possam se tornar cada vez mais competitivos e sustentáveis. Levaremos atividades para os quatro cantos do Estado. A meta é capacitar cerca de cinco mil empreendedores”, esclarece o diretor técnico do Sebrae no Piauí, Delano Rocha.

Nos postos de atendimento, além das atividades de capacitação, analistas e consultores do Sebrae estarão disponíveis para esclarecer sobre as vantagens do MEI, auxiliar no preenchimento da Declaração Anual Simplificada, cujo prazo de envio encerra no dia 31 de maio; efetuar serviços de formalização, alteração e baixa de registros; e imprimir os boletos referentes às obrigações fiscais do ano corrente.

Em Teresina, o atendimento ocorrerá no Centro de Treinamento Empresarial do Sebrae, que funciona em prédio anexo à sede da instituição na capital. No local, estarão presentes também representantes de instituições financeiras, ofertando linhas de microcrédito para os empreendedores

Na Feira de Oportunidades de Moda e Beleza, que também ocorrerá em Teresina como parte da programação da Semana do MEI, fornecedores de produtos e insumos estarão disponíveis para negociar com os MEI. “Nesse espaço, teremos quatro expositores de moda e quatro expositores do setor de beleza, ofertando produtos com condições diferenciadas. Os MEI, como é o caso de vendedores de artigos de vestuário e acessórios e profissionais da beleza, terão a chance de firmar novas parcerias, o que pode contribuir para expansão dos negócios desses dois segmentos”, afirma o gerente da Unidade de Atendimento Individual e Mercados do Sebrae no Piauí, Francisco Holanda.

No interior, os atendimentos serão realizados nos Escritórios de Parnaíba, Piripiri, São Raimundo Nonato, Picos, Bom Jesus e Floriano.

Posts anteriores