Cidadeverde.com

“Crianças ouviram pedido de socorro da mãe esfaqueada”, diz delegado sobre feminicídio

O delegado de Esperantina, Leonardo Alexandre, e a equipe da delegacia estão em diligências para capturar o autor do assassinato da dona de casa Maria Creuza Pereira, 41 anos.  A mulher foi morta a facadas na tarde dessa segunda-feira (27) na zona Rural do município. O principal suspeito do crime é o marido dela, identificado como Luiz Filho. 

O crime aconteceu dentro da residência do casal. Houve uma discussão e o suspeito desferiu cinco perfurações de faca na vítima. O delegado Leonardo Alexandre Martins disse ao Cidadeverde.com que, no momento da agressão, as filhas do casal estavam na casa e ouviram os gritos de socorro da mãe. 

“Não podemos dizer se as crianças presenciaram o crime porque ainda estamos colhendo depoimentos. Segundo relatos, as meninas, uma delas de seis anos de idade, ouviram os pedidos de socorro da mãe e quando foram ver o que aconteceu, encontraram a mãe esfaqueada. As próprias crianças que foram pedir ajuda aos vizinhos. O suspeito já havia fugido”, detalha o delegado. 

A Polícia Civil tenta descobrir a motivação do assassinato, no entanto, pelas características do crime o delegado Leonardo Alexandre já caracteriza o caso como feminicídio. Pelo que foi investigado até agora, Maria Creusa e seu companheiro tinham uma histórico de agressão. 

Mulher chegou a ser atendida no hospital, mas não resistiu os ferimentos

“Levantamos que o casal tinha problema de convivência, tinha se separado e retornaram o relacionamento recentemente. Estamos investigando se a vítima já havia registrado Boletim de Ocorrência contra o suspeito”, informou o delegado Leonardo. 

A Polícia Civil continua em diligências para capturar os suspeitos. 

 

Izabella Pimentel
redacao@cidadeverde.com