Cidadeverde.com

Quem não erra já morreu

Definitivamente somos falíveis, somos passiveis de erros, e nada, mas nada mesmo nos ensina mais que o erro. Se formos pensar bem, é de um absurdo total nossa relação com o erro, nossa exigência sobre-humana, nossa expectativa com os filhos, com os amigos, com nossos amores, colegas e até conosco. Não perdoamos quem erra, somos duros, cruéis, críticos severos. Nem mesmo nos perdoamos quando erramos. Não levamos em consideração as circunstancias os sentimentos, as dificuldades.