Cidadeverde.com

PSDB e PP decidem candidatura entre Kleber e Washington

Foto Arquivo / Portal Cidadeverde.com

Ex-secretário Washington Bonfim: com potencial para ser candidato a prefeito, deve estar de volta a Teresina em dezembro


Vai se afunilando o processo de escolha do candidato a prefeito de Teresina dentro do grupo atualmente à frente da prefeitura da capital, que têm à frente o PSDB e o PP. De certo modo, dois nomes se destacam entre as opções: Kleber Montezuma (PSDB) e Washington Bonfim (PP). Charles Silveira ainda corre por fora, mas o próprio presidente da Fundação Municipal de Saúde dá indicações de que não faz cavalo de batalha pela candidatura.

A escolha entre Kleber e Washington defende de dois fatores. O primeiro, as avaliações das pesquisas, em especial das pesquisas qualitativas. O segundo, o ajuste fino entre o líder do PSDB, o prefeito Firmino Filho, e o presidente nacional do Progressistas, senador Ciro Nogueira. Ciro tende mais a Washington. Firmino, a Kleber.

De posse de pesquisas qualitativas, tanto Firmino quanto Ciro afirma que o eleitor teresinense tende a ter preferência por uma candidatura técnica – e isso reforçaria os nomes de Kleber e Washington. Além do mais, a educação é apontada como a grande obra da administração municipal sob a batuta tucana. E aí outra vez os dois se destacam, já que ambos têm passagem pela Secretaria de Educação de Teresina.

Nesse quesito, Charles teria uma desvantagem: ainda que haja reconhecimento do trabalho da prefeitura em Teresina, a saúde não é bem avaliada em nenhuma parte do país. Daí, cabe muito ao diálogo entre Ciro e Firmino a escolha final. Os aliados de Ciro têm um argumento: poxa, Firmino tem potencial para ser o candidato do senador ao Karnak em 2022. Mesmo assim ele não abriria em favor de Washington? Não faria essa concessão?

Em entrevista à TV Cidade Verde, Ciro deu mais um sinal de sua preferência, ao dizer que libera Washington Bonfim para se “refiliar” ao PSDB e assim se transformar em candidato oficialmente tucano.
 

Washington volta para Teresina em dezembro

Há quase dois anos Washington Bonfim mora em São Paulo. O afastamento de Teresina é uma das principais críticas que o ex-secretário recebe de potenciais aliados dentro da esfera de poder do Palácio da Cidade. Mas esse senão está prestes a acabar: Washington deve estar de retorno a Teresina já em dezembro. Para fazer a mudança de volta, ele apenas espera ter mais clareza sobre a escolha de seu nome como o candidato do time Firmino-Ciro.

Washington passou o final de semana na capital piauiense. E falou muito de política. Foi avisado por aliados próximos: se for mesmo candidato e quiser entrar para valer na disputa, não pode ficar tanto tempo longe. O mês de dezembro foi colocado quase como uma data-limite. O ex-secretário entende a cobrança. Mas precisa de algo mais que possibilidades para fazer o caminho de volta:não tem sentido largar o bom emprego que tem na capital paulista por uma simples aposta.

Se tiver um sinal mais concreto sobre sua candidatura, Washington faz a mudança de volta “ontem”.