Cidadeverde.com

Solidariedade traz diretor nacional para formar candidatos

Foto Divulgação / Solidariedade

Luiz Antônio Adriano: curso de formação para os candidatos do Solidariedade no estado do Piauí


O secretário Nacional do Solidariedade (SD), Luiz Antonio Adriano, estará em Teresina nesta sexta-feira e sábado, em evento voltado para os candidatos do partido nas eleições do próximo ano. Luiz Antonio fará a palestra inicial do Curso de Formação voltada para as lideranças do SD que pretendem disputar os cargos de prefeito, vice-prefeito e vereador nas eleições municipais de 2020.

“Queremos ter candidatos preparados para o embate da disputa eleitoral e, sobretudo, qualificados para o exercício dos mandatos que venham a exercer”, diz Evaldo Gomes, que está à frente do evento junto com o presidente da Fundação 1º de Maio, Messias Júnior. “Estamos fazendo o que um partido deve fazer: qualificar da melhor forma possível as opções que vamos colocar para o julgamento popular”, afirmou.

O Curso de Formação de candidatos acontecerá hoje e amanhã no Hotel Arrey. Hoje, Luiz Antônio vai falar sobre a conjuntura nacional e também sobre as estratégias do Solidariedade neste cenário político um tanto movediço. “É uma discussão fundamental para que nossos candidatos tenham uma visão global do processo político, vinculando essa realidade à disputa local”, disse Messias Júnior.

O evento vai contar com as principais lideranças do Solidariedade no Piauí. A deputada federal Marina Santos já confirmou a participação. Amanhã a programação do Curso terá um enfoque mais prático, permitindo que os candidatos saibam quais a exigências da nova legislação eleitoral. Os participantes vão discutir sobre legislação eleitoral, organização jurífica de uma campanha, exigências contábeis e financiamento eleitoral.
 

SD tem meta de eleger 10 prefeitos

O Curso de Formação para candidatos deve contar com a participação de representantes de mais de 70 municípios onde o partido conta com Comissões Provisórias. Nesse leque de participantes devem estar as principais apostas da sigla para as eleições de 2020. E são apostas altas, segundo o deputado Evaldo Gomes.

A expectativa do partido é ter pelo menos 10 candidatos a prefeito altamente competitivos, em condições reais de eleição. No caso da disputa pelas Câmaras Municipais, a sigla quer ter chapas em condições de eleger vereadores na maior parte dos municípios onde está organizada. A intenção é colocar o Piauí como um dos estados de referência para o Solidariedade em todo o país.