Cidadeverde.com

Engenheiro Sampaio, o sonho do Piauí industrial que a elite agrária destruiu

O sonho de um Piauí industrial, que o estado até hoje persegue, teve uma grande oportunidade de se concretizar ainda no século 19. O construtor desse sonho foi o Engenheiro Antônio Sampaio, que levou para os sertões de dentro a primeira fábrica de laticínio do Nordeste. A “fábrica da Campinas”, como hoje é conhecida, era a tentativa de mudar a matriz econômica do estado, essencialmente agrária.

O projeto era ousado e inovador. Mas terminou naufragando ante as duras reações da elite política – que se confundia com a elite agrária, refratária à iniciativa do Engenheiro Sampaio. Esse personagem tão peculiar é o tema desta semana no Persona, o podcast Cidade Verde que traz sempre uma personalidade que marcou época e a história de sua área.

O Persona sobre Engenheiro Sampaio é uma deliciosa conversa com o advogado Reginaldo Miranda. Vale a pena ouvir esse episódio.

CONFIRA:
ENGENHEIRO SAMPAIOo sonho do Piauí industrial que a elite agrária destruiu.  

CONFIRA TAMBÉM:
CARLOS CASTELO BRANCOo piauiense que, em plena ditadura, deu voz à democracia.
TORQUATO NETO: o piauiense que desafinou o coro dos contentes e deu conceito à Tropicália.
REIS VELOSO: o filho de Parnaíba que fez o Brasil pensar global.
MÁRIO FAUSTINO: o poeta que peitou Carlos Drummond e Vinícius de Moraes.
JOSÉ MEDEIROS: o fotógrafo piauiense que assinou clássicos como Xica da Silva.
AMÉLIA BEVILÁQUA: depois dela, a Academia Brasileira de Letras nunca mais foi a mesma.
DAVID CALDAS: o piauiense que enfrentou o Império e a Igreja.
FRANCISCO FIGUEIREDO: o homem que veio do povo para mudar a política.