Cidadeverde.com

Prefeitos das capitais não cumpriram nem 40% das promessas, diz estudo

Falta apenas um ano para o encerramento do atual mandato dos prefeitos municipais. Mas avaliação sobre as promessas dos prefeitos das capitais mostra que os gestores que assumiram há três anos cumpriram menos de 40% das promessas feitas na campanha de 2016. O levantamento é do portal de informação do Grupo Globo e leva em conta as propostas formalizadas pelos então candidatos junto à Justiça Eleitoral.

O levantamento divide as promessas em três grupos: as cumpridas integralmente, as realizadas parcialmente e as não realizadas. Das 1.040 propostas contabilizadas no levantamento, 406 foram cumpridas integralmente, o que representa 39% do total. O bloco formado pelas promessas cumpridas apenas em parte soma 254 (ou 25%). Já as que não foram cumpridas sequer parcialmente são 378, ou 36%. Duas propostas não foram avaliadas – os prefeitos de Goiânia e João Pessoa prometeram não disputar a reeleição, o que só será possível verificar (se cumprirão ou não) no segundo semestre.

Das 12 áreas em que estão distribuídas as promessas, as que se referem à economia tiveram o maior índice geral de realização: 55% efetivamente cumpridas. A segunda área mais atendida é a da administração (54%), seguida de esporte (51% das promessas realizadas). Já o final da lista é ocupado pelos setores de turismo e mobilidade urbana, os dois com apenas 29% das promessas cumpridas.

Habitação vem em seguida, com apenas 30% das promessas realizadas pelos prefeitos das capitais.
 

Em Teresina, 60% das promessas pendentes

O levantamento do portal de informação do Grupo Globo aponta que, das 55 promessas feitas pelo prefeito Firmino Filho na campanha de 2016, somente 11 (ou 20% do total) foram cumpridas integralmente. Outras 11 (portanto, 20%) foram atendidas parcialmente, com 33 (ou 60%) ainda pendentes. Na lista de promessas realizadas está o Centro de Lazer do Mocambinho, inaugurado no semestre passado.

Entre as promessas não cumpridas está o planetário da cidade, a orquestra de jazz, o ginásio de judô e o aterro sanitário da capital. Na relação de propostas cumpridas apenas parcialmente está a promessa de jornada escolar de 7 horas na rede municipal de ensino, a construção do CEU da Zona Leste e a implantação de 135,4 km de rede de esgoto.

O prefeito tem até o final do ano para atender às propostas apresentadas em 2016.