Cidadeverde.com

Elmano diz que fica em lado oposto ao de Wellington Dias

Nos últimos dias, surgiram informações de que o senador Elmano Ferrer (PODE) poderia mudar de partido. O próprio senador se apressou em dizer que “é tudo fofoca”. Elmano afirmou que não está "nem sonhando" em mudar de sigla. Ele deixa bem claro que também não pretende mudar de lado com vistas às eleições municipais de outubro, na disputa pela prefeitura de Teresina: estará no lado oposto ao de Wellington Dias.

Esse “lado oposto” a Wellington significa estar ao lado de Firmino Filho. Na avaliação do senador do Podemos, não se pode brincar com a gestão de uma cidade, ainda mais de uma cidade como Teresina. Com isso, Elmano Ferrer quer dizer que não vai embarcar em candidaturas que não implicam em um conhecimento adequado da cidade e com capacidade de gestão.

No entendimento do senador, não tem sentido apoiar candidaturas só por um projeto de poder. Daí, ele aposta na candidatura que represente o grupo que atualmente está à frente da prefeitura, que por sua vez traduz esse compromisso com a cidade que Elmano cobra.

“Fui prefeito e sei os desafios da gestão. Não pode ser qualquer um”, diz o senador.
 

Sílvio é o preferido de Elmano

No meio da discussão sobre o candidato a ser anunciado por Firmino Filho, o senador Elmano Ferrer tem uma preferência: o nome que recebe seu aplauso mais entusiasmado é o do ex-prefeito Sílvio Mendes. Vale lembrar, Elmano foi eleito vice-prefeito de Teresina por duas vezes, compondo chapa precisamente com Sílvio Mendes.

O senador avalia que Sílvio tem um amplo conhecimento da realidade da capital piauiense e uma comprovada experiência na gestão. Mas acredita que todas as alternativas que são citadas dentro do grupo – incluindo nomes como Charles Silveira, Kleber Montezuma e Luciano Nunes – estão preparadas para o desafio de bem administrar a cidade.