Cidadeverde.com

Medo do coronavírus esvazia atos da pré-campanha em Teresina

A semana que estava desenhada para ser a mais quente da pré-campanha pela prefeitura de Teresina se transformou em uma enorme demonstração de medo do coronavírus. O resultado foi o esvaziamento dos atos políticos, com cancelamento ou a radical transformação. Dos cinco atos principais marcados para esta semana, apenas um aconteceu como previsto. Os demais foram alterados, em geral com adiamento.

O ato que se manteve na agenda foi o do PSD, ontem, quando o partido apresentou o nome de Simone Pereira como pré-candidata à prefeitura municipal. Mas havia uma certa apreensão no ar, especialmente no contato com pessoas que tinham chegado de Brasília, a terceira cidade mais afetada do país (lá são 13 casos confirmados, atrás apenas de São Paulo e Rio). Mas o evento aconteceu. Os demais, tiveram que ser repensados.

O primeiro a mudar a agenda foi o PSDB, que hoje deveria apresentar Kleber Montezuma como candidato à prefeitura. O ato público se transformou em uma entrevista coletiva marcada para a próxima semana. Também o MDB, que faria festa para a filiação de Jeová Alencar, vai fazer um mero ato para a imprensa. Já o Solidariedade remarcou para o início de abril seu ato político marcado para quinta-feira. No caso do PSB, que filiaria Robert Rios na sexta-feira, adiou o ato para data ainda não definida.