Cidadeverde.com

‘Crise de saúde não pode virar crise de abastecimento’, diz presidente da Aprosoja

Foto: Roberta Aline / Cidadeverde.com

Azir Neto: agronegócio toma providências para evitar mais impacto do coronavírus


Motor da economia do Piauí e do Brasil nos últimos anos, ou até mesmo nas últimas décadas, o agronegócio tenta se proteger. A intenção é evitar que a crise de saúde que chegou com o novo coronavírus não se transforme em uma crise de abastecimento. Para isso, os produtores de grãos dos cerrados piauienses estão adotando medidas que ampliam o isolamento das fazendas. “Já vivemos em um isolamento geográfico natural”, diz Azir Neto, presidente da Associação dos Produtores de Soja (Aprosoja) do Piauí.

Azir está consciente que a economia como um todo vai sofrer o impacto da pandemia. O setor rural não será diferente, já contabilizando a queda do preço da soja no mercado internacional e a explosão do dólar – que inflaciona os insumos, em especial os fertilizantes, que representam metade do custo de produção. Apesar disso, o presidente da Aprosoja está certo que o agronegócio vai seguir com um preso importante e diferenciado na produção de riquezas.

Confira a entrevista feita através de perguntas e respostas pelo WhatsApp: