Cidadeverde.com

Elmano quer planejamento para retorno da construção civil

O senador Elmano Ferrer (Podemos) defendeu a discussão de um cronograma para retomada das atividades no setor da construção civil. O congressista piauiense assinalou como de extrema importância as medidas de isolamento social adotadas pelo governo do estado e a prefeitura de Teresina, porque elas visam salvar vidas. Mas considera que a construção civil deve ser colocada no rol de atividades sociais. Por isso, Elmano se dispôs a abrir um diálogo com o governo e a prefeitura para que seja feito um planejamento visando a retomada da atividade nesse setor da economia.

Segundo o senador, a construção civil tem caráter essencial porque afeta diretamente o emprego e a renda dos piauienses. Ele fez pronunciamento no Senado quando utilizou esses argumentos e pediu planejamento para o retorno do setor, lembrando que essa retomada já acontece na maioria dos estados. Mas o representante do Piauí também ressaltou as ações adotadas para contenção da pandemia do coronavírus.

“O governador Wellington Dias e o prefeito de Teresina Firmino Filho têm como prioridade máxima a defesa da vida dos piauienses. As medidas de isolamento e a proibição de atividades não essenciais são duras, mas acertadas, e estão salvando muitas vidas. Entretanto, preciso destacar a importância de planejarmos os próximos passos”, disse. Ele recordou que o Governo Federal já incluiu a construção civil no rol de atividades essenciais.

Como cabe aos estados e municípios o poder de estabelecer políticas de saúde e isolamento social e serviços essenciais, Elmano defende o diálogo para definição da retomada no setor.
 

Construção responde por 6% do PIB, destaca senador

Ao defender a importância da construção civil, o senador Elmano Ferrer apresentou números que colocam a atividade como “um dos propulsores da economia”. Ele ressaltou que o setor responde por 6% do PIB brasileiro e por 34% de toda a indústria. E enfatizou o papel de gerador de oportunidades de trabalho, com 13 milhões de empregos diretos e indiretos. Elmano disse ainda que esse papel estratégico e de caráter essencial já foi reconhecido pela maior parte dos estados, onde a construção civil continua ativa.

"Além da importância para a economia”, o senador acentuou uma característica que reduz os riscos de propagação de doenças: “Na construção civil não há atendimento ao público, o que minimiza os riscos de contágio, especialmente, se tomadas todas as medidas de higiene", justificou. "Venho pedir ao governador Wellington Dias e o prefeito Firmino Filho que reflitam sobre o assunto e avaliem incluir a construção civil no rol das atividades econômicas liberadas no Piauí, a exemplo do que já ocorre em todo país”, concluiu o senador.