Cidadeverde.com

CNA apresenta proposta para retomada da atividade no setor rural

A Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária (CNA) elaborou uma proposta para retomada das atividades no setor rural, flexibilizando as limitações impostas desde o início da quarentena por conta da pandemia do novo coronavírus. Em reunião virtual, hoje, com a participação dos presidentes das 27 federações estaduais, foi aprovada uma minuta que cada representação estadual encaminhará aos governos de seus estados. Também foi aprovado um documento a ser encaminhado ao Congresso, relacionado a linhas de crédito especial para o campo.

O esboço do documento foi feito por integrantes do Comitê Executivo para o Desenvolvimento da Região Nordeste, que é coordenado pelo presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Piauí (FAEPI), deputado Júlio César de Carvalho Lima. Conforme ficou definido na reunião, a presidência da CNA fará o encaminhamento ao Congresso Nacional e Conselho Monetário Nacional sugerindo a revisão das Resoluções 4801, da 4798 que trata de linhas de crédito especial com  recursos dos Fundos Constitucionais de Financiamento do Norte (FNO), do Nordeste (FNE) e do Centro Oeste (FCO), e ainda da Resolução 4802/2020, que trata de investimentos.

Segundo o deputado Júlio César, as resoluções em vigor são omissas em relação ao setor rural e especialmente a região Nordeste, no que diz respeito ao crédito rural e taxas de juros. Na reunião, o presidente da FAEPI falou sobre o andamento da discussão sobre o veto do presidente da República, Jair Bolsonaro, em relação a Lei n. 13.986 (MP 897), que trata da prorrogação da renegociação das dívidas dos produtores rurais. "O Nordeste precisa da renegociação e estou aqui contando com o apoio de todos para que possamos obter êxito nesses pleitos", disse.