Cidadeverde.com

Piauí registra aumento de casos por 11 semanas seguidas

O Piauí contabiliza 11 semanas seguidas de registros crescentes no número de casos de Covid-19, a doença resultante da infecção pelo novo coronavírus. E, pelos dados de domingo e segunda-feira, esta deve ser a 12ª semana seguida em alta, com a soma de mais um número recorde de casos. As indicações pode ser notadas nas próprias estatísticas disponibilizadas no site da Secretaria Estadual de Saúde (SESAPI), que faz a apresentação dos dados da pandemia levando em conta as chamadas “semanas epidemiológicas”.

No critério da SESAPI, o ano é divido em “semanas epidemiológicas”. A primeira de 2020 começou, de fato dia 29 de dezembro e terminou no dia 4 de janeiro, sempre iniciando em um domingo e encerrando no sábado seguinte. Conforme esse critério, os primeiros casos de infecção por coronavírus no Piauí foram registrados na semana epidemiológica número 12, que se estendeu de 15 a 21 de março. Estamos agora na semana 23, iniciada no domingo dia 31 e que se estende até o dia 6. Em todas as 11 semanas com casos oficiais de coranavírus, os registros foram sempre maiores que os da semana anterior.

A semana passada (a de número 22 no ano epidemiológico, com dados contabilizados até sábado) bateu todos os recordes: foram 1.541 novos casos. As projeções para a atual semana, a de número 23, não são nada animadoras. Em apenas dois dias foram 575 novos casos, o que permite pensar em uma conta final da ordem de 2 mil casos acumulados até o próximo sábado. Esses dados se chocam com a ideia de flexibilização das atividades produtivas consideradas não essenciais.

Ao falar da possibilidade de flexibilização, o prefeito Firmino Filho disse que só adotará o plano de retomada das atividades após duas semanas seguidas de estabilidade, com tendência de queda. Os dados não apontam para essa realidade.