Cidadeverde.com

Pedro Laurentino se afasta de sindicato para disputar prefeitura de Teresina

Tem mais um nome na lista de pré-candidatos à prefeitura de Teresina. É Pedro Laurentino, que já foi vereador da capital (quando era filiado ao PT) e agora tem o nome lançado pela Unidade Popular (UP), um pequeno partido da chamada esquerda ideológica. Pedro Laurentino se afastou da direção do Sindicato dos Trabalhadores do Judiciário Federal no Piauí (Sintrafuje), onde ocupava a Diretoria de Formação e Política Sindical. O afastamento ocorreu na terça-feira, dia 2, dentro do prazo estabelecido pela Justiça Eleitoral, que exige o afastamento de dirigentes sindicais 4 meses antes do pleito eleitoral.

Pedro Laurentino sabe que entra numa disputa por uma sigla com alcance limitado, com capilaridade em setores mais específicos. “A Unidade Popular é um partido de esquerda,  formado em sua maioria por jovens militantes que atuam nas escolas, nas universidades, no movimento sindical, comunitário e de mulheres”, diz. Mas observa que mostrou força no processo de registro junto ao TSE, quando conseguiu no ano passado mais de 1,2 milhão de assinaturas de apoio. “Essa  é a primeira eleição disputada pela UP e vamos entrar decididos a promover o debate sobre as questões que realmente importam para a população, que afeta a vida das pessoas”, afirmou.

Ao se afastar do sindicato, Pedro Laurentino disse que passa a focar na disputa eleitoral. “Estarei nesse momento colocando minha força de atuação na eleição. Fiz uma carta de afastamento para disputar o mandato de prefeito, pela Unidade Popular, nessa eleição. A Carta já foi recebida pelos colegas diretores do Sintrajufe Piauí. A partir de de agora, por exigência da legislação eleitoral, deixarei de praticar qualquer ato, seja nos espaços de comunicação do sindicato, seja fisicamente, durante 4 meses”, explicou.

O pré-candidato da UP à prefeitura de Teresina já foi filiado ao PT e ao PSOL.