Cidadeverde.com

Com Guilhermano, Ciro comanda Saúde federal, estadual e municipal


Com as bênçãos de Ciro, o contador Guilhermano Pires deixa o Transporte e vai para a Secretaria de Saúde

 

A mudança na Secretaria de Saúde do estado do Piauí não apenas está decidida, como já tem nome e sobrenome: o PP assume a pasta e desloca para cuidar da Saúde piauiense o atual secretário de Transportes, Guilhermano Pires. Com isso, Ciro Nogueira – o mandachuva do PP – vai comandar a saúde de Teresina, Piauí e do Brasil.

A mudança na secretaria do Piauí já foi acordada entre Ciro e o governador Wellington Dias. E Ciro apresentou o nome de Guilhermano Pires, que está na pasta de Transporte por indicação do próprio PP. Wellington também aceitou. Guilhermano é contador, mas terá um comitê médico para ajudar na gestão do setor.

Essa mudança mostra a força do senador Ciro Nogueira e revela a estratégia de alinhamento de ações. Isto é, comanda a saúde nas três esferas, uma se valendo da outra.

Desde maio do ano passado, quando Michel Temer assumiu a presidência (ainda interinamente), Ciro já emplacou o deputado paranaense Ricardo Barros no ministério da Saúde. Ainda este mês, o senador estará filiando no Partido Popular o ex-prefeito Silvio Mendes, atual gestor da saúde em Teresina. E aí estará fechado o círculo: Ricardo BNarros, Guilhermano Pires e Silvio Mendes. Barba, cabelo e bigode.

O presidente nacional do PP tem usado o argumento de que o alinhamento de aliados em um mesmo setor facilita a convergência de ações. Traduzindo: o fato de todos terem as bênçãos de Ciro ajuda a agilizar ações comuns, sobretudo o ministério contribuindo para a gestão da saúde no estado e no município.

As pesquisas mostram que o problema da saúde, no Brasil, só rivaliza com o drama da segurança. Se o tal alinhamento realmente funcionar, será um grande ganho para a saúde. E para a população.