Cidadeverde.com

PMT quer dar impulso econômico à região do Lagoas do Norte


Secretário Aluísio Sampaio: Centro de Eventos é aposta para revitalização da Zona Norte

 

A região do entorno do Parque Lagoas do Norte, na zona Norte de Teresina, deve ser contemplada com projetos que assegurem um novo uso da área, incluindo uma nova dinâmica econômica. Entre as possibilidades está a construção de um centro de eventos, que se valeria da proximidade do aeroporto Petrônio Portella para se viabilizar.

Um dos que já trabalha nessa perspectiva é o Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico, vereador Aluísio Sampaio. Segundo revela, há interesse de um grupo empresarial de instalar um centro de convenções e evento na área, o que se junta aos projetos da Prefeitura Municipal de empreender importantes intervenções urbanas na Zona Norte da cidade.

A definição de novas matrizes econômicas para a região estará nas discussões que a PMT desenvolverá nos próximos meses, estabelecendo novas diretrizes para a cidade. O objetivo final, claro, é a melhor qualidade de vida dos cidadãos. O caminho passa por um processo de inclusão que exige maior dinâmica econômica.

A intenção é fazer esse tipo de redefinição (ou reafirmação de vocações) para toda a cidade. No caso da Zona Norte e especificamente do entorno do Lagoas do Norte, a discussão se precipitou com a declaração do secretário Aluísio Sampaio a respeito do interesse de um grupo econômico na construção de um Centro de Convenções.

Esse interesse se soma ao desejo da PMT de revitalizar a região, tanto no aspecto econômico como no social e urbano. O projeto leva em conta a expansão do próprio aeroporto Petrônio Portella. A esse projeto seriam agregados outros investimentos, como no setor hoteleiro.

Um novo centro de convenções seria crucial para colocar a capital piauiense no roteiro de grandes eventos regionais e nacionais. A expectativa é que o Centro de Convenções Dirceu Arcoverde, vinculado ao Estado, seja reinaugurado em agosto. Mas, conforme avalia o secretário Aluísio Sampaio, já chega defasado. Terá um auditório de 1.200 lugares. Mas carece de mais espaço para, por exemplo, grandes feiras. Pena ainda com a falta de vagas de estacionamento.

Um novo centro de convenções é, assim, imprescindível para colocar Teresina como alternativa efetiva para grandes eventos. A redefinição quanto ao uso da Zona Norte pode ser um passo importante nesse sentido.