Cidadeverde.com

Robert Rios se reafirma como alternativa da oposição ao governo


Deputado Robert Rios: reafirmando postulação ao governo do estado, e para consolidar espaço da oposição no Piauí

 

O deputado Robert Rios (PDT) reafirmou que seu nome está colocado como alternativa da oposição ao governo do Estado, num embate contra Wellington Dias (PT). “Quem acha que a oposição não vai ter candidato, está muito enganado”, disse Robert, em reação dupla: ao compromisso de Ciro Nogueira (PP) com Wellington; e o surgimento do nome do ex-senador Freitas Neto no rol de postulante – conforme se adiantou aqui no blog.

Robert vem sendo, desde o início desta legislatura, a voz mais consistente e sistemática de crítica ao governo Wellington Dias (PT). E vem defendendo uma articulação forte que leve à formação de uma competitiva chapa em oposição a Wellington. Nesse sentido, já sonhou com a companhia de Ciro Nogueira no palanque oposicionista. Com a debandada do PMDB. E até com a possibilidade de uma candidatura Firmino Filho (PSDB) ao Karnak.

Chegou a dizer que os esforços de Wellington Dias para formar uma grande aliança a partir da recente reforma administrativa não resistiriam ao desgaste do governo... E que tudo se desmontaria em março de 2018, quando o cenário eleitoral deverá se decantar de vez.

Mas o deputado parece perder algumas esperanças. Ou parece apostar já em outro cenário.

Ontem, disse que Ciro não cabe mais na oposição: o senador perdeu o time e sacramentou a relação com o Palácio de Karnak. E alertou: a oposição terá candidato forte ao governo. Até porque, se não aparecer nenhum outro, ele mesmo será esse candidato.

A reafirmação do próprio nome tem o propósito de consolidar o discurso e o espaço da oposição. E conta com uma razão adicional: o lançamento de Freitas Neto, na sexta-feira, pelo prefeito de Parnaíba, Mão Santa. Ocorre que, antes, o próprio Mão Santa havia colocado o nome de Robert na mesa de discussão como concorrente ao Karnak. Por via das dúvidas, o deputado do PDT reafirmou-se como alternativa.

Ontem mesmo recebeu a visita de uma das filhas de Mão Santa. Para Robert, um sinal mais que suficiente da preferência do prefeito de Parnaíba.

De fato, o deputado gostaria mesmo de ser candidato a senador. Calcula que uma das vagas é a do esquemão, do jogo de lideranças. E ela, em princípio, caberia a Ciro Nogueira. A segunda é do apelo popular, e Robert acredita que tem esse apelo.

Mas, antes de tudo, quer construir uma aliança consistente que dê voz e possibilidades à oposição. Por isso se reafirma como candidato ao governo. Inclusive porque, se não tiver outro nome consolidado na oposição, admite se apresentar. O cálculo de Robert é que o Piauí vai, em 2018, pedir mudanças.

E, quando isso ocorrer, Robert Rios quer estar pronto para todas as possibilidades, inclusive a de ser essa alternativa de mudança.