Cidadeverde.com

Governo Temer não tem vida longa, diz Rodrigo


Rodrigo Martins: contra a denúncia, Temer se fortalece na CCJ mas perde força para a votação em plenário 

 

O governo Michel Temer não tem vida longa e terá problemas de governabilidade mesmo no caso de ser vitorioso na votação na Câmara sobre a continuidade ou não da denúncia formulada contra ele pela Procuradoria Geral da República (PGR). A avaliação é do deputado Rodrigo Martins (PSB-PI), que hoje cedo concedeu entrevista ao Acorda Piauí, na rádio Cidade Verde.

A avaliação do deputado piauiense é que a tramitação da denúncia contra o presidente traz problemas para Temer a partir da apresentação do relatório do deputado Sérgio Zveiter (PMDB-RJ). O relatório foi considerado muito duro, com importante base jurídica mas também com forte alegação política. Conforme Rodrigo, era tudo o que o governo não esperava.

Para ele, o fato de Zveiter ser do PMDB fragiliza a defesa de Temer, pois outros deputados do mesmo partido – que é o partido do presidente da República – se sente mais à vontade para discrepar e votar contra os interesses do Planalto. Rodrigo avalia ainda que Temer tende a se sair vitorioso na votação da Comissão de Constituição e Justiça, sobretudo depois das nove mudanças dos membros da CCJ feitas nas últimas hotras.

Segundo o deputado do PSB, o governo estava em desvantagem na CCJ, mas as mudanças reequilibraram a contagem. Ocorre, explica ele, que a tendência no plenário é inversa. Lá, Temer perde votos a cada dia. Mesmo assim, Rodrigo ainda vê a possibilidade da matéria ser barrada no plenário, como quer o presidente da República.

Pelos cálculos do deputado, Temer pode ter uns 200 votos no plenário. Mas é suficiente para barrar “uma primeira denúncia”, gerando mais constrangimentos para uma segunda ou terceira. Ainda assim, uma vitória nessas circunstâncias reduz ainda mais a capacidade de governabilidade do presidente.

“Muito dificilmente o presidente escapará de ser afastado”, diz Rodrigo Martins, que já anunciou que vai votar pela continuidade da denúncia contra Michel Temer.

Escute a entrevista completa de Rodrigo Martins no link abaixo.