Cidadeverde.com

André Baia admite candidatura: ‘Estou dialogando’


Empresário André Baia: crítica ao aumento de impostos e possibilidade de candidatura ao governo do Estado

 

O empresário André Baía, presidente do Sindicato da Construção Civil no Piauí, admitiu que pode apresentar seu nome como postulante ao governo do Estado em 2018. Em entrevista ao Acorda Piauí, hoje cedo na Rádio Cidade Verde, Baía disse que atua como líder empresarial sem nenhuma pretensão política, mas que a falta de alternativas faz que seja procurado por outros segmentos da sociedade.

O empresário lembrou que em 2012 já teve seu nome especulado como alternativa à prefeitura de Teresina, mas que não levou muito em conta os apelos recebidos. Agora torna a ser procurado, como alternativa política para o Piauí. “Estou dialogando”, disse, ressaltando que até março – prazo para filiação partidária – ele tomará uma decisão.

O representante da construção civil falou ainda das dificuldades enfrentada pelo setor, que  já registra três anos seguidos de desempenho negativo. Ele criticou a crise política que impede o Brasil de um melhor controle nas contas públicas.

Lembrou que o investimento em construção civil é de longo prazo, com grande desemboldo de recursos, começando com aquisição de terreno, desenvolvimento de projeto e construção. Esse ciclo é, em média, de sete anos. A recomendação no setor é que as empresa da construção civil tenham uma carteira de projetos aprovados para que possam reagir mais fácil quando a crise arrefecer. Mas essa carteira significa a imobilização de recursos, criando dificuldades para as empresas.
 

Empresário critica aumento de imposto no Piauí

O presidente do Sindicato da Construção Civil, André Baía, foi duro nas críticas ao governo do Piauí, que encaminhou à Assembleia Legislativa um projeto que aumenta impostos para vários itens, incluindo combustível e energia. Para Baía, o aumento de imposto é inexplicável e compromete a própria recuperação econômica.

Ele disse que os empresários vão pressionar a Assembleia para que rejeite a proposta. O empresário criticou o governo pelo desequilíbrio das contas públicas. E diz que o Piauí caminha para ser um novo Rio de Janeiro – estado considerado falido em razão do desequilíbrio das contas, paralisando até serviços essenciais.

A proposta do governo aumentando impostos será discutida ainda hoje na Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia. A expectativa do deputado Rubem Martins, que também esteve no Acorda, é que o trâmite – se não for interrompido – esteja concluído em 45 dias.

Para ouvir a entrevista completa do empresário André Baía, acesse o arquivo abaixo.