Cidadeverde.com

Dudu vai denunciar PMT por não ampliar Guarda Municipal


Edilberto Borges, o Dudu (PT): denúncia contra a Prefeitura de Teresina por decumprir acordo assinado com o TCE


O vereador Edilberto Borges, o Dudu (PT), vai entrar com representação no Tribunal de Contas do Estado (TCE) contra a Prefeitura Municipal de Teresina (PMT). Segundo ele, a representação será uma denúncia contra a PMT por descumprir acordo feito com o próprio TCE, em que o município se comprometia a ampliar a Guarda Municipal com a convocação dos concursados na seleção feita com a criação da corporação.

Em entrevista ao Acorda Piauí, hoje cedo na Rádio Cidade Verde, Dudu destacou a atuação da Guarda Municipal como "essencial", mas criticou a prefeitura por manter um efetivo de apenas 100 pessoas. Também criticou as atribuições da Guarda, defendendo uma atuação mais ampla, incluindo mais possibilidade de ação repressiva.

Segundo ele, a falta de segurança é muito grande em Teresina, traduzida no arrombamento de escolas e na impossibilidade da população usar as praças. Também crítica o vínculo da corporação à Secretaria de Ação Social. Para Dudu, o órgão que mais se ajusta à ação da Guarda é a Strans. Mas ele acredita que o mais apropriado é dar a ela total autonomia.

Sobre a ação que vai mover no TCE, ele disse que é motivado pela necessidade de maior presença da Guarda, além do fato da Prefeitura ter descumprido o acordo. Pelo acordo com o TCE, o município deveria ter incorporado novos guardas, já que os 100 chamados inicialmente são insuficientes.

Para efeito de comparação, Dudu disse que o gabinete do prefeito Firmino Filho conta com 50 policiais, assim como HUT dispõe de outros 22. Afirmou ainda que o argumento da Prefeitura de que falta recursos não é pertinente. Segundo o vereador, em 2016 a PMT gastou cerca de R$ 20 milhões com o pagamento de segurança privada. No entendimento de Dudu, boa parte desse dinheiro poderia ser destinada ao pagamento dos novos policiais chamados para a Guarda Municipal.

Para ouvir a íntegra da entrevista do vereador Edilberto Borges, o Dudu, acesse o arquivo abaixo.