Cidadeverde.com

Congresso terá maior renovação da história, diz deputado

O Congresso nacional deve passar, em 2018, pela maior renovação da história. Quem avalia dessa forma é o deputado Rodrigo Martins (PSB-PI), lamentando que em 2017 o Legislativo tenha se dedicado mais às questões políticas – como as denúncias contra o presidente Michel Temer – que à função de legislar. O resultado é uma imagem muito ruim, que deve passar fatura na eleição.

Para ele, o lógico era que o Legislativo tivesse como principal tarefa a elaboração de leis e diretrizes para o país, ao invés de ficar a reboque de questões como as denúncias – muitas alcançando membros do próprio Congresso. Além disso, a posição da maior parte dos parlamentares em torno de temas contrários à opinião pública reforma a imagem negativa.

“Quem pensa que a população está alheia, se engana”, diz ele, certo que a maior parte dos congressistas será avaliada na eleição de 2018 por suas posições em momentos críticos. Daí a crença de que a renovação será bem acima da média.

Em entrevista ao Acorda Piauí, hoje cedo na Rádio Cidade verde, Rodrigo Martins falou sobre sua situação partidária. Reconheceu a dificuldade de relacionamento com a direção nacional do PSB, o que também ocorreu com Átila Lira e Heráclito Fortes. Os dois estão deixando a sigla, e Rodrigo também deverá ter novo endereço partidário.

“Temos até março para uma definição”, afirma. Mas admite que está praticamente certa a filiação ao PRB. Já conversou com a direção nacional do partido. Para ingressar no PRB, fez uma única exigência: que o partido saia da base de apoio a Wellington Dias (PT) e vá para a oposição.

Essa mudança foi atendida pela direção nacional e Rodrigo já manteve contato com os principais representantes do partido no Estado, o deputado Gessivaldo Isaias e o vereador Levino de Jesus. A filiação deve acontecer no final de março.


Atila Lira, Rodrigo Martins, Wilson Martins e Heráclito Fortes: representanmtes do PSB que podem seguir outro rumo 
 

JCV deve ser candidato da oposição

O deputado Rodrigo Martins mantém a confiança de uma forte candidatura da oposição no Piauí ao governo do Estado. E o nome mais provável, segundo ele, é mesmo o do ex-senador João Vicente Claudino – que deve se filiar em março ao PTB.

O deputado praticamente descartou a possibilidade do ex-governador Wilson Martins (PSB) disputar o Palácio de Karnak. Segundo disse ao Acorda Piauí, o projeto de Wilson é a candidatura ao Senado. Mas uma forte chapa de oposição passa pela articulação entre Wilson e JVC.

Para ouvir a entrevista completa do deputado Rodrigo Martins, acesse o arquivo abaixo.