Cidadeverde.com

Olavo Rebelo diz: 'Não penso em eleição'


Presidente do TCE, Olavo Rebelo não pensa em deixar Corte para disputar eleição

 

Centro de algumas especulações que levariam à acomodação partidária na chapa em torno de Wellington Dias (PT), o presidente TCE, conselheiro Olavo Rebelo não dá espaço às dúvidas: “Não penso em eleição”, disse ele hoje pela manhã.

Segundo as especulações que tomaram conta de rodas políticas nas últimas semanas, o posto de Olavo no Tribunal de Consta do Estado poderia ser um dos caminhos para acomodação de aliados do governador Wellington Dias. Olavo pediria aposentadoria do TCE para se candidatar a deputado estadual. Para seu lugar iria a vice-governadora Margarete Coelho, do PP de Ciro Nogueira.

“Não penso nisso”, disse Olavo ao blog, reconhecendo que “alguns amigos ficam falando nisso”. 

O PP reivindica uma segunda vaga na chapa majoritária governista, encabeçada por Wellington Dias (PP). Além da vaga de senador, destibada ao próprio Ciro Nogueira, o partido gostaria de manter o lugar de vice, hoje com Margarete. O problema é que o governador já anunciou que pretende distribuir as quatro vagas para quatro siglas distintas.
 

Indicação pessoal de Wellington

Vale lembrar, Olavo Rebelo chegou ao TCE em 2007 por indicação direta do governador Wellington Dias. Na oportunidade, renunciou ao cargo de deputado estadual pelo PT, o que permitiu a efetivação do então suplente Paulo Martins, outro petista.

O Conselheiro tem uma longa convivência com o governador, coincidindo em um mandato (período 1995-1999) na Assembleia. Agora, caso Olavo antecipe aposentadoria, caberia ao governador indicar pessoalmente seu sucessor. Isso facilitaria uma possível articulação com objetivo de contemplar aliados.