Cidadeverde.com

Gessivaldo discute em Brasília mudança no PRB


Deputado Gessivaldo Isaias: viagem a Brasília para discutir com direção nacional mudanças no PRB do Piauí

 

Liderança de referência do PRB no Piauí, o deputado Gessivaldo Isaias (PRB) vai a Brasília no dia 2 de fevereiro. A viagem tem um objetivo bem específico: definir os rumos do partido no Piauí, já que a sigla deve receber a filiação do deputado federal Rodrigo Martins, que deixa o PSB por diferenças incontornáveis com a direção nacional da legenda socialista.

A ida de Rodrigo para o PRB deve se concretizar em março e teve como ponto de partida um convite direto da direção nacional do partido, preocupada com a necessidade de superar a chamada cláusula de barreira. Conforme a nova Lei Eleitoral, o partido que não atingir 1,5% da votação nacional para a Câmara dos Deputados deixa de ter acesso aos recursos do Fundo Partidário e também a espaços de propaganda no rádio e TV.

Essas duas perdas são importantes. Os recursos do Fundo Partidário – que este ano soma mais de R$ 900 milhões, distribuídos proporcionalmente – são a base para o funcionamento das siglas em todo o país. E o espaço de rádio e TV nas inserções partidárias é um instrumento político fundamental, inclusive na negociação de fatias de poder.

O PRB quer ter candidatos com chances de eleição, daí a aposta em Rodrigo Martins. Ocorre que a chegada de Rodrigo à sigla causa um ruído: o PRB integra o governo Wellington Dias (PT), Diante dessa situação, o deputado fez apenas uma exigência: que o partido se mude para a oposição. Além disse, a direção do PRB no Piauí pode passar para o comando do novo filiado.

Gessivaldo é o atual presidente da sigla. Mas tem dados sinais há meses de que gostaria de deixar a função, sobretudo para cuidar da sua reeleição à Assembleia Legislativa.

Seja como for, a viagem a Brasília vai definir uma série de fatores, entre eles a mudança de comando partidário no Piauí.