Cidadeverde.com

Prefeitura de Teresina afasta 36 guardas municipais

Guarda Municipal: 36 inegrantes da corporação são afastados enquando respondem a processo administrativo

 

A Prefeitura de Teresina afastou provisoriamente 36 integrantes da Guarda Municipal, que terão que responder a processo administrativo. O afastamento coincide com a ação do Ministério Público, que pediu explicações à Guarda Municipal sobre atitudes consideradas inadequadas por parte de membros da corporação.

Em entrevista à Cidade Verde, o Corredor da Guarda Municipal, Ari Ferreira, disse que as reclamações chegaram ao Ministério Público através de diversas denúncias anônimas. Entre as atitudes denunciadas estão comportamento discriminatório em relação a diversos grupos sociais, como skatistas e integrantes do segmento LGBT.

O Ministério Público fez questionamentos sobre a própria formação da Guarda, bem como as atribuições específicas de seus integrantes. Os questionamentos levaram a municipalidade a adotar providências. Esse caso se junta a outras reclamações em relação à atuação da corporação.

Agora, conforme informação de assessores da PMT, 36 membros da Guarda Municipal terão que responder a processos administrativos. Enquanto os processos estiverem em andamento, os 36 guardas estarão afastados de suas funções.