Cidadeverde.com

Enzo será o candidato a deputado federal do PCdoB

Vereador Enzo Samuel: missão de disputar vaga na Câmara dos Deputados e garantir votação para o PCdoB superar cláusula de barreira

 

O vereador de Teresina Enzo Samuel será o candidato do PCdoB a uma vaga na Câmara dos Deputados. Inicialmente, a indicação do partido recaía sobre o ex-deputado Osmar Júnior, principal liderança do PCdoB no estado. Mas Osmar pode fazer parte do secretariado de Wellington Dias (PT), após as mudanças que acontecerão no início do abril, por força da legislação eleitoral.

Osmar é cotado para ocupar a Secretaria de Governo, em substituição ao deputado Merlong Solano (PT). Merlong terá que se desincompatibilizar para disputar vaga de deputado federal nas eleições de outubro. Além de Merlong, cerca de 20 ocupantes do governo deixarão seus cargos para a disputa de outubro.

O PCdoB vai lançar candidaturas à Câmara Federal em todos os estados, com a intenção de superar a cláusula de barreira estabelecida pela Lei Eleitoral. O partido que não superar essa cláusula perderá o acesso ao Fundo Partidário e ao tempo de rádio e TV. A Lei exige que o partido tenha pelo menos 1,5% dos votos válidos para a Câmara, distribuídos em no mínimo um terço das unidades federativas (nove unidades), com um mínimo de 1% dos votos válidos em cada uma delas. No Piauí, esse 1% significa cerca de 20 mil votos.

Essa é a missão de Enzo: garantir que o Piauí seja um dos nove estados que vão permitir o acesso do PCdoB ao Fundo Partidário.
 

Elisângela Moura vai concorrer à Assembleia

O PCdoB vai disputar também vaga na Assembleia Legislativa. O nome a ser apresentado pelo partido é o da presidente da Federação dos Trabalhadores na Agricultura (FETAG), Elisângela Moura. A ideia é fazer uma campanha casada com a de Enzo Samuel, o candidato a deputado federal.

O PCdoB está em discussão com diversos partidos de médio e pequeno porte, no sentido de formar a chamada “Chapinha”. Entre as siglas que discutem essa articulação estão PTC, Podemos e PHS. Outras siglas, como o PR de Fábio Xavier, também integravam as articulações. Fábio, no entanto, manifestou a intenção de deixar a Chapinha.