Cidadeverde.com

João Vicente quer unir oposição em um só candidato

João Vicente Claudino: defesa de um único candidato para fortalecer oposição no Piauí  (FOTO: Glenda Uchoa)

 

O ex-senador João Vicente Claudino empunhou hoje, em entrevistas à Rádio e TV Cidade Verde, um forte discurso de crítica ao governo do estado, posicionando-se claramente no campo da oposição. Disse também que está colocando o nome à disposição para a disputa do Palácio de Karnak, mas defendeu que as oposições – ou pelo menos os partidos mais fortes – tenham um único candidato.

João Vicente está atualmente sem filiação partidária, mas já tem data marcada para retorno ao PTB: dia 6 de abril, véspera do encerramento do prazo de filiação com vistas às eleições deste ano. O partido, hoje, faz parte da base governista. Mas o ex-senador tem convicção de que, sendo efetivamente candidato ao governo do Estado, terá o apoio da grande maioria dos petebistas.

Ao Acorda Piauí, hoje cedo na Rádio Cidade Verde, João Vicente criticou o ritmo da política piauiense. Em relação ao governo do Estado, disse que faz-se política demais e trabalha-se de menos. Segundo ele, a criação de 9 coordenadorias pelo governador Wellington Dias, em março do ano passado, traduzem bem essa realidade. Para João Vicente, essas coordenadorias são arranjos políticos que não coordenam nada e que, na prática, são instrumentos para os políticos viabilizarem suas campanhas.

O ex-senador ressaltou que o Estado não tem nenhum plano de ação, preocupado com a gestão: tudo se resume à política, disse. Ele diz que coloca seu nome como alternativa ao governo do Piauí como uma busca de um novo rumo para o Estado.

João Vicente Claudino defendeu a estratégia das oposições de ter um único candidato, pelo menos no que diz respeito aos principais partidos. Sem citar o PSDB de Luciano Nunes, o PSB de Wilson Martins ou o DEM de Robert Rios, deixou a entender que o melhor é os principais partidos construírem uma chapa mais viável com a unificação de forças.

Para ouvir a íntegra da entrevista do ex-senador João Vicente, acesse o arquivo abaixo.