Cidadeverde.com

FHC não esquece desfeita de 2006

Fernando Henrique: ex-presidente não esconde a descrença na candidatura de Geraldo Alckmin ao Planalto

 

A descrença do ex-presidente  Fernando Henrique Cardoso na candidatura de Geraldo Alckmin ao Palácio do Planalto é analisada de duas formas. Para muitos, é pura lucidez de FHC. Para outros, é o mais absoluto rancor: a desesperança na forma de crítica é um troco que FHC estaria dando 12 anos depois.

Tucanos desapaixonados contam uma história: em 2006, Fernando Henrique chegou a gravar uma meia dúzia de participações no programa eleitoral de Alckmin (para a presidência) e de José Serra (para o governo de São Paulo). Mas a veiculação das gravações foi vetada, com o aval de Alckmin, pelo marqueteiro da campanha, o publicitário Luís Gonzalez.

Na visão do marqueteiro, FHC estava "queimado" e poderia tirar votos do candidato tucano. Como a história registra, mesmo sem usar a imagem do ex-presidente, Alckmin perdeu a eleição para um Lula que estava longe de chegar à "divinização" de 2010.

Segundo essas fontes, até hoje FHC não teria digerido tal desfeita. E agora estaria fazendo uma espécie de revide mostrando a desesperança e desconfiança na candidatura do governador de São Paulo. O único problema é que Alckmin nem pode culpar o ex-presidente: a descrença vai além de FHC.