Cidadeverde.com

Juízes federais fazem manifestação em defesa do Judiciário

Juiza Marina Cavalcanti: mobilização nesta quinta-feira dos juízes federais em defesa do Judiciário brasileiro  (FOTO: Glenda Uchoa

 

Os juízes federais fazem, na próxima quinta-feira, uma manifestação em defesa do Judiciário. Em Teresina, a manifestação está marcada para as 11h, e vai ser muito mais um diálogo com a sociedade no sentido de mostrar o trabalho da Justiça, conforme informou a juíza Marina Cavalcanti, presidente da Associação que no Piauí congrega os magistrados federais.

Em entrevista ao Acorda Piauí, hoje cedo na Rádio Cidade Verde, Marina disse que há um movimento no sentido de tentar desqualificar a atuação da Justiça. Isso ocorre precisamente quando o Judiciário toma medidas que alcançam pessoas poderosas.

Entre as ações que procuram estreitar a atuação do Judiciário, conforme Marina Cavalcanti, estão projetos de lei que tentam constranger ao trabalho dos juízes. Segundo ela, o evento desta quinta-feira será a oportunidade de se debater a atuação e prerrogativas do Judiciário. Ela diz que certamente será discutido o tema do auxílio moradia.

A Dra. Marina lembra que o auxílio moradia existe desde a década de 1970 e que beneficia diversas categorias. Para ela, a forma como o assunto está sendo discutido visa tão somente desgastar o Judiciário, como se os juízes fossem os únicos neficiários. E externa uma posição muito clara sobre o auxílio moradia: ou vale para todos ou não vale para ninguém.
 

Prêmio por trabalho de conciliação

Na entrevista ao Acorda Piauí, a juíza federal Marina Cavalcanti falou sobre o prêmio que acaba de ganhar do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) por ações de conciliação. Ele é coordenadora do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania, do TRF 1. O núcleo tem, através do diálogo, conseguido superar muitos conflitos.

Marina Cavalcanti citou uma série de soluções, como a que cobrava atenção para portadores de câncer. O conflito entre usuário e Prefeitura de Teresina evoluiu para um diálogo que incluiu o Hospital universitário. A solução terminou dando ao HU um novo serviço, o que atende mão apenas àquele caso específico mas a outros pacientes.

Para ouvir a entrevista completa da juíza federal Marina Cavalcanti, acesse o arquivo abaixo.