Cidadeverde.com

Safra de grãos deve salvar outra vez a economia, em 2018


Soja: o Brasil deve colher outra excelente safra em 2018, um alento para a combalida economia nacional

 

Depois de três anos de economia na bancarrota, o Brasil conseguiu fechar 2017 com desempenho positivo do PIB. Uma coisa de nada: 1% de crescimento, muito longe das perdas acumuladas, que somavam mais de 8%. Os analistas são categóricos: a produção agrícola recorde foi, literalmente, a salvação da lavoura econômica. As projeções para 2018 indicam que a produção no campo deve repetir a dose, salvando outra vez o PIB.

A previsão para 2018 não indica uma nova quebra de safra de grãos, como no ano passado. Mas pode haver quebra de faturamento, onde o comércio internacional se perfila como o grande motor dessa valorização das commodities.

As projeções são que a safra deste ano – que é colhida sobretudo no primeiro trimestre – será a segunda maior da história: 226 milhões de toneladas. Será 4,9% menor que a do ano passado. Mas a expectativa é que a receita seja cerca de 5% maior.

Análises do Broadcast Agro destacam três razões para essa valorização: maior demanda da China; câmbio favorável às exportações; e problemas climáticos em países produtores, como a Argentina. Tudo isso eleva os preços internacionais – e o Brasil fatura mais.

O melhor de tudo é que a boa safra deste ano está praticamente assegurada em um ótimo cenário. Segundo dados do setor, cerca de 40% da safra de soja tinha sido comercializada até a semana passada. Mas ainda restam 60% para serem vendidos neste cenário de alta, o que eleva o faturamento.
 

Piauí também vai faturar alto

As projeções de boa safra também alcançam o Piauí e deve manter a perspectiva de alto faturamento. É uma festa para os cerrados e um respiro para nossa economia.

Segundo as projeções do IBGE, divulgadas no mês passado, o estado deve ter uma produção de 4,13 milhões de toneladas de cereais, leguminosas e oleaginosas. Nssa projeção, praticamente sem perspectiva de quebra, a safra é 12% superior à colhida no ano passado, que foi a maior da história.

No Nordeste, o Piauí só produzirá menos que Bahia (7,78 milhões de toneladas) e Maranhão (5,12 milhões de toneladas). O estado deve ter a 11ª maior safra agrícola do país, com 1,8% do total. Uma safra que já está sendo colhida nos cerrados piauienses.