Cidadeverde.com

Falta de semente prejudica safra, diz Rubem Martins


Rubem Martins: sem semenete na época certa, produtor rural vai ter perda de safra este ano  (FOTO: ALEPI/Divulgação)

 

A excelente safra que o Piauí espera colher nos cerrados não deve se repetir entre os pequenos produtores, pela falta de semente. Quem assegura é o deputado Rubem Martins (PSB), dizendo que o governo do Estado disponibilizou as sementes em pequena quantidade e fora do tempo.

“Faltou planejamento”, disse o deputado de oposição, que também já foi Secretário de Desenvolvimento Rural. “Estou dizendo que faltou planejamento, mas digo como um ataque ao governo, e sim como um alerta para que haja uma maior atenção às necessidades dos agricultores e à importância de se observar o tempo adequado do plantio”, ressalta Rubem.

O deputado lembra que o Piauí conta com quatro ciclos chuvosos, começando mais cedo no extremo sul e evoluindo cronologicamente até chegar à região Norte. “Principalmente no semiárido, as sementes chegaram 15 ou até 20 dias depois do ciclo chuvoso ter se estabelecido”, explicou. Essa fato, segundo ele, já seria suficiente para a redução da produção.

Além disso, de acordo com o deputado, a semente distribuída chegou em quantidade insuficiente para a real necessidade do pequeno produtor. “Isso vai ter um impacto na colheita e nos ganhos do produtor rural”, observou Rubem Martins.

Segundo ele, as chuvas foram insuficientes para a acumulação de água em muitas barragens, mas podem ser consideradas “excelentes para o plantio”. Ele lamenta que o bom inverno não tenha o resultado adequado em razão dessa deficiência no plantio.