Cidadeverde.com

Luciano e Elmano já conversam e alinham estratégias

Luciano Nunes e Elmano Ferrer: diálogo para promover o alinhamento de estratégias no campo das oposições no Piauí

 

A filiação do senador Elmano Ferrer ao Podemos abriu a possibilidade de uma nova candidatura ao governo do Estado. E essa perspectiva anima as oposições. Tanto que o pré-candidato do PSDB ao Palácio do Karnak, deputado Luciano Nunes, esteve hoje com o senador alinhando posturas e abrindo um canal de conversações voltados para as eleições de outubro.

Em entrevista à TV Cidade Verde, Elmano disse que não tem nada decidido, no que diz respeito à sua candidatura. Mas deixou a porta aberta: pode não ser candidato, mas também pode ser. O tom de Elmano, no entanto, é de quem acena para o eleitor, ao fazer duras críticas ao tipo de política feita no Brasil. Chega a propor uma espécie de refundação do Estado Brasileiro. como estádio de superação da "velha política".

A simples filiação ao Podemos foi uma sinalização de que Elmano se afasta da esfera de influência do governador Wellington Dias (PT). E essa foi a senha para levar Luciano Nunes ao gabinete do senador, onde conversaram longamente. “Foi uma conversa ótima”, resumiu Luciano Nunes, após o encontro.

O pré-candidato do PSDB saiu sorridente do encontro. Não deu detalhes da conversa, mas afirmou que os dois combinaram dar continuidade ao diálogo. Vão ajustar posturas e alinhar estratégias, conforme disse o tucano. Em politiquês, é quase como se dissessem: “vamos estar juntos”.

O encontro com Luciano Nunes reforça o definitivo deslocamento de Elmano para a oposição. No MDB, estava em um partido que faz tudo para se manter sob o guarda-chuva do Karnak. No Podemos, entra em uma sigla que tem sido crítica à política em geral e ao MDB e ao PT em particular.
 

Candidato como apoio de João Vicente

A mudança de partido e o lançamento da candidatura de Elmano Ferrer ao governo foi vista como gesto com aval e estímulo do ex-senador João Vicente. Elmano poderia ser uma terceira via, somando-se a Luciano Nunes no lado da oposição.

A estratégia de ter mais de um candidato no campo oposicionista é defendido por lideranças como Wilson Martins (PSB) e Robert Rios (DEM). Duas candidaturas criariam condições mais objetivas de levar a eleição para o segundo turno, com a união das oposições na segunda fase da campanha.

A filiação de Elmano ao Podemos também foi festejada pelo deputado Dr. Pessoa, que deseja formar com o senador um dupla competitiva – no caso, com Dr. Pessoa disputando uma vaga na Câmara Alta.