Cidadeverde.com

Elmano afia o discurso de oposição: ‘O povo quer mudar’


Elmano Ferrer: pré-candidato ao governo pela oposição, senador critica a 'política menor' que só pensa em eleiçao  (FOTO: Senado Federal)

 

Depois de três anos de mandato em que quase que se restringiu aos discursos sobre temas técnicos – por exemplo, sobre a política hídrica para o Estado –, o senador Elmano Ferrer (Podemos) afia as garras e eleva o tom em temas políticos: “O povo está querendo mudar”, diz ele, abraçando claramente o lado da oposição ao governador Wellington Dias (PT).

Elmano já se anunciou como pré-candidato ao governo. E diz que as razões são óbvias: “Só se fala em eleição. Já estão discutindo as eleições de 2022, como se as de 2018 e 2020 já estivessem decididas”, critica. “Eles acham que decidem os destinos do povo entre as paredes dos palácios”, afirma. Segundo Elmano, nessa discussão o povo fica esquecido e não aparece nenhuma ideia para o Estado.

“Não discutem um único projeto”, ressalta, ainda mais crítico. “Não se pode mais admitir isso”, reclama. E entende que é exatamente esse tipo de política que o povo está rejeitando, cobrando mudança. O senador diz que sua candidatura é precisamente para romper com essa “política menor”.

“Precisamos mudar esses costumes políticos”, prega.

Para viabilizar sua candidatura, Elmano Ferrer diz está dando os passos necessários. Primeiro foi a decisão de se colocar na disputa. Agora começa a fase de conversações com outras forças da oposição. Tem sempre conversado com o deputado Dr. Pessoa (SD) e, nesta sexta-feira, esteve com Valter Alencar (PSC) e Fábio Sérvio (PSL), os dois também postulantes ao governo. Neste final de semana fará uma visita de cortesia – uma retribuição à visita recebida em Brasília – ao deputado Luciano Nunes, candidato do PSDB ao Palácio do Karnak.

O senador festeja a repercussão que diz estar recebendo após a decisão de disputar o governo do Piauí. “Pelas manifestações de apoio que venho recebendo, acho que a decisão foi acertada”.
 

Articulação de chapa proporcional

Um próximo passo de Elmano Ferrer no sentido de viabilizar sua candidatura ao governo é construir uma forte chapa proporcional. Ele revela que já recebeu a manifestação de lideranças de vários segmentos, ligadas a partidos de oposição, interessadas em se juntar ao senador na disputa de outubro.

Elmano destaca que está articulando várias siglas de pequeno e médio porte, visando contar com nomes viáveis na disputa por cadeiras na Assembleia e na Câmara dos Deputados. “Muita gente pensa em fazer um Piauí grande. E essas pessoas têm aqui um lugar para a luta”, destaca.