Cidadeverde.com

Chico Lucas não disputa nenhuma eleição em 2018


Chico Lucas: sem filiação partidária, presidente da OAB se distancia de vez da disputa eleitoral de outubro

 

Ele chegou a ser citado – pelo prefeito Firmino Filho – como um potencial candidato a governador do estado. Também participou de várias apostas sobre candidaturas a uma vaga no Legislativo. Mas o presidente da OBA-Piauí, Chico Lucas, diz que não será candidato a nada em 2018. Segundo assinala, não será candidato sequer à reeleição na Ordem.

Nos dias finais do prazo de filiação partidária – encerrado dia 7 de abril –, Chico Lucas viu seu gabinete na seccional da OAB no Piauí transformado em lugar de peregrinação. Não faltaram representantes dos mais diversos partidos, à direita e à esquerda, propondo sua filiação. Para todos deu a mesma resposta: não seria candidato a nada.

Amigos de Chico Lucas chegaram a propor que escolhesse uma sigla e formalizasse a filiação, ainda que discretamente, sem alarde. Nos cálculos desses amigos, a decisão de ser ou não ser candidato a um cargo eletivo em outubro poderia ser decidida até o início de junho, quando teria que se desincompatibilizar da Ordem. A filiação não poderia esperar: teria que acontecer até o limite estabelecido na legislação.

O presidente da OAB no Piauí disse que preferiu ouvir as vozes de casa.  E não se filiou a nenhum partido.

Ele tem três filhos pequenos e diz que a dedicação intensa à Ordem gera um distanciamento em uma hora crucial para a formação das crianças. Se for entrar em uma campanha eleitoral com vista às eleições de outubro, o tempo para a família seria ainda menor. Daí a decisão de não concorrer a nada, nem mesmo a um novo mandato na OAB.

No caso das eleições de outubro, ele ressalta que tomou o cuidado de não se filiar a nenhum partido de caso pensado. Assim, está desde já fora da disputa. Não há o risco de ceder às tentações ou aos insistentes convites.