Cidadeverde.com

Antes da eleição, Assembleia já tem renovação certa de 20%


Deputado Themístocles Filho: nome do MDB para disputar cargo majoritário, não concorrerá à Assembleia 

 

Com a política em descrédito, há expectativa de alto índice de renovação nas casas de representação popular, os Legislativos. Essa expectativa pode ser frustrada pelo número baixo de novos postulantes. Mas, independente do que aconteça em outubro, a Assembleia Legislativa do Piauí deverá chegar à votação com 20% de renovação certa.

Seis dos 30 deputados estaduais simplesmente não vão concorrer ao cargo. A lista começa com o presidente da Assembleia, Themístocles Filho (MDB), que é visto como nome certo na chapa majoritária do governo, ocupando a vice de Wellington Dias. Outro nome que não retorna é o deputado Luciano Nunes (PSDB), que vai disputar o governo do Estado pela oposição.

Mais dois disputam cargos majoritários, ambos pleiteando vaga de senador pela oposição: Robert Rios (DEM) e Dr. Pessoa (SD). A lista de seis é fechada com os nomes de Juliana Moraes Souza (PSB), que não se candidatará à Assembleia, e de Edson Ferreira (PSDB), que decidiu não postular cargo eletivo este ano.
 

Renovação pode ser por familiar

A renovação que os números revelam pode não se traduzir em ação política distinta. Isso porque muitos que deixarão a Assembleia pretendem passar a cadeira para um aliado próximo, em geral familiar. É o caso de Themístocles Filho, que terá no filho Marco Aurélio o candidato dos Sampaio por uma vaga na Assembleia.

Juliana deixa a Casa, mas a tendência é que a cadeira fique por perto: seu ex-marido Zé Filho será o candidato do grupo Moraes Souza. Edson Ferreira se afasta da campanha mas será substituído pelo irmão Avelar Ferreira, ex-prefeito de São Raimundo. Até mesmo Dr. Pessoa pode ter o filho João Pessoa disputando a cadeira que deixará na Assembleia. Fogem a essa regra Luciano Nunes e Robert Rios, que não apresentam substitutos.

A “renovação sem renovação” não é fato novo, onde quem sai deixa um aliado “de casa”. Em 2014, pelo menos quatro “novos deputados” podem ser colocados nessa situação: Pablo Santos, eleito no lugar do pai, Warton Santos; Zé Santana, que substituiu a mulher, Ana Paula Araújo; Severo Eulálio, no lugar do pai, Kleber Eulálio; e Firmino Paulo, que ocupou a vaga que o tio Firmino Filho tinha conquistado em 2010.

Deputado Cargo em disputa Substituto
Themístocles Filho Candidato a vice-governador  Marco Aurélio, filho
Luciano Nunes Candidato a governador
Robert Rios Candidato a senador
Dr. Pessoa Candidato a senador João Pessoa, filho
Juliana Moraes Souza Não será candidata  Zé Filho, ex-marido
Edson Ferreira Não será candidato Avelar Ferreira, irmão