Cidadeverde.com

Lucy e Margarete podem fazer dobradinha eleitoral


Firmino e Lucy: o casal pode se tornar um importante suporte em eventual candidatura de Margarete Coelho à Câmara

 

Candidata a deputada estadual, a ex-tucana Lucy Silveira poderá fazer uma dobradinha com Margarete Coelho nas eleições de outubro. As duas fazem parte do Progressista de Ciro Nogueira. E como está cada vez mais distante o projeto de Margarete manter o posto de candidata a vice-governadora, as apostas agora apontam para uma possível candidato a deputado federal. Nesse caso, fazendo dobradinha com Lucy.

Margarete tem cuidado com muita atenção da própria imagem. Em primeiro lugar, esse cuidado visaria o fortalecimento da pretensão de ser outra vez a vice de Wellington Dias (PT) na disputa deste ano. Mas o próprio partido já dá sinais de que não conta muito com isso – líderes como Ciro Nogueira e o deputado estadual Júlio Arcoverde dizem que desejam a vice para Margarete, mas que não romperão com Wellington se não tiverem o lugar.

Em bom politiquês: ok, Wellington, pode escolher outro vice. Daí vem outra tradução do politiquês: Margarete, cuide de outra candidatura. E o novo projeto pode ser a disputa por uma vaga na Câmara dos Deputados.

A im,agem cuidada cria as condições para o voto de opinião. E também facilita apoios de lideranças, tanto que a atual vice-governadora tem ampliado seus laços com líderes municipais dentro e fora do Progressista. Isso abre a possibilidade de apoios de lideranças que hoje não têm compromisso fechado e amarrado com outros candidatos a deputado federal. O cuidado principal é para não criar embaraços para outros aliados, em especial Iracema Portella e Mainha, candidatos à Câmara pela mesma sigla.

O evento batizado de “Fica Margarete” teve importante papel nesse estreitamento de relações. O evento também serviu para reforçar a relação específica com Lucy Silveira, que chegou a defender o nome da vice para a titularidade do Palácio de Karnak.

Mas o estreitamento entre as duas parece se encaminhar mesmo para uma dobradinha, Lucy disputando uma vaga na Assembleia e Margarete, na Câmara. O prefeito Firmino Filho (PSDB) tem algum compromisso com Iracema. Mas também vem alimentando candidaturas municipais a formar chapinha para concorrer à Câmara. Ou seja: lideranças que podem ser preteridas em favor de um apoio a Margarete – o que também agradaria a Ciro, o mais estreito aliado de Firmino.

Integrantes do Progressista avaliam que Margarete pode sair de Teresina com meia eleição garantida.
 

Troca de apoios entre Margarete e Lucy

Se Firmino pode assegurar um precioso apoio a Margarete Coelho em Teresina, a vice-governador pode também assegurar um bom punhado de votos para a primeira-dama, Piauí afora. Em mais de um reduto do interior, Margarete tem conseguido aproximar lideranças de sua confiança ao grupo de apoios a Lucy Silveira.

Há o entendimento de que Lucy tem tudo para sair eleita deputada só com a votação de Teresina. Mas os cálculos de Firmino vão além: ele deseja ver a primeira-dama não só eleita, mas bem eleita. Em concreto, entre os cinco mais votados entre os postulantes à Assembleia.

Nesse sentido, a aliança com Margarete pode garantir uma troca de votos que favorecerá os projetos das duas.