Cidadeverde.com

PTC reafirma apoio a Wellington, mas põe condições


Reunião do PTC, hoje pela manhã: partido decide manter apoio à candidatura de Wellington Dias, mas sob algumas condições

 

O PTC terá reunião hoje à noite com o governador Wellington Dias (PT) para confirmar ou não a participação na aliança governista, com vista às eleições deste ano. O partido tem a intenção de permanecer na base governista que dará apoio à candidatura de reeleição de Wellington, que tenta seu quarto mandato. Mas a sigla coloca condições para confirmar o apoio.

Em encontro interno hoje pela manhã, o PTC decidiu que pretende apoiar Wellington mediante duas condições. A primeira é de não fazer parte do chapão que o governador anunciou como estratégia para manter o MDB na aliança. Ao PTC não interessa disputar vagas na Assembleia Legislativa no chapão, já que vê mais chances de eleger dois ou três deputados em uma chapa própria – pura ou em aliança com pequenos e médios partidos.

No caso da disputa para a Câmara dos Deputados, o PTC não coloca condições, admitindo concorrer dentro de uma chapa com todas as siglas governista.

Outra condição aprovada hoje pela manhã é a apresentação do ex-prefeito Marcos Vinicius como candidato ao Senado. O partido já havia decidido ter sua próopria candidatura ao Senado, fazendo dobradinha de Marcos Vinicius com Regina Sousa (PT). Essa decisão foi enxergada como uma reação contra Ciro Nogueira (PP), que é apontado como um dos responsáveis pelo veto de Themístocles Filho para a vice de Wellington.

Vale destacar, o PTC tem estreita ligação com Themístocles. O discurso de Marcos Vinícius tem sido recheado de duras críticas a Ciro, o que deve ser mantido no futuro. Dessa forma e sem Regina na corrida ao Senado, o partido terá que buscar um outro candidato a apoiar.