Cidadeverde.com

Rede Sustentabilidade pode lançar chapa pura, com Irmã Graça

As divergências em torno da indicação do candidato ao Senado na chapa encabeçada pelo senador Elmano Ferrer (Podemos) ameaça ter como desdobramento o lançamento de uma nova chapa para disputar os cargos majoritários. E pode ser uma chapa pura, formada por integrantes do partido Rede Sustentabilidade, a sigla de Marina Silva.

A chapa deve ser encabeçada pela Irmã Graça, e teria como candidato a senador o professor Paulo Henrique Pinheiro. Essa decisão foi desenhada em reunião no início da noite. A discussão é um desdobramento do impasse em torno da candidatura ao Senado: a Rede queria o posto, alegando ter mais representatividade que o AVANTE, o partido de Quem-Quem, o nome escolhido na convenção dos aliados de Elmano.

Nesses últimos dois dias, a discussão buscava, a substituição de Quem-Quem. O Rede reivindicava o lugar. A falta de acordo fez surgir a opção da candidatura do advogado Norberto Campelo, mas ele declinou do convite.

Sem solução, e determinado a apresentar a candidatura de Paulo Henrique, o Rede decidiu partir para a opção “puro sangue”, com candidato ao governo e ao Senado da própria sigla. Além de Paulo Henrique, candidato a senador, teria Irmã Graça, concorrente ao Palácio de Karnak.

Essa ideia de um palanque próprio atende ainda ao interesse de Marina, que deseja ter espaço nos estados para dazer sua campanha à Presidência da Repúbloca. A decisão final sobre a participação do partido nas eleições deste ano no Piauí será anunciada na manhã desta quinta-feira, em entrevista coletiva.