Cidadeverde.com

Silas pede voto para ele e Haddad, e pra ninguém mais


Silas Freire: em campanha de voo solo, sem pedir voto para os companheiros de chapa no Piauí

 

O suplente de deputado federal Silas Freire (PRB) andou, andou e andou para, ao que parece, seguir no mesmo lugar. Isso pelo menos em termos de alinhamento federal. Em reunião realizada no início da semana na Zona Sul de Teresina, o candidato a uma vaga na Câmara dos Deputados pediu voto. Mas só pediu dois, quando a lista de votantes pode incluir até seis nomes.

Na reunião, Silas avisou: não iria pedir voto para deputado estadual, nem para senador, tampouco para governador. Ao falar para os eleitores, pediu voto apenas para si e para o candidato a presidente da República pelo PT, Fernando Haddad. Uma decisão no mínimo curiosa, já que o suplemente mudou de partido duas vezes – saiu do PR, filiou-se ao Podemos e logo mudou-se para o PRB – e depois empenhou-se nas articulações que levou o seu atual partido para a oposição a Wellington Dias (PT).

Mas a oposição não é visível. Ainda que não peça voto para Wellington, também não faz uma única crítica ao governador. E ainda pede voto para o petista que disputa a eleição nacional.

Chama mais atenção ainda o fato de não pedir voto para Dr. Pessoa, o candidato a governador da coligação integrada pelo PRB. E nem toma conhecimento dos dois candidatos ao Senado da aliança, Marcos Vinícius (PTC) e Frank Aguiar, este do mesmo PRB. Compromisso, mesmo, só com sua própria eleição – além da aposta em um candidato a presidente com chances de eleição; portanto, um nome de quem poderá estar próximo.
 

Jeová reforça campanha de Wilson em Teresina

Faltando pouco mais de uma semana para a eleição, o ex-governador Wilson Martins (PSB) faz nesses próximos três dias suas últimas incursões pelo interior. Na próxima semana vai cuidar de Teresina, onde espera contar com uma votação diferenciada capz de assegurar uma das duas vagas de senador. E para se reforçar está se aproximando de lideranças políticas da capital.

Wilson contava com o apoio aberto do vereador Luís André (PSL). Agora ganhou um reforço e tanto na campanha, com a entrada do presidente da Câmara, Jeová Alencar (PSDB). Jeová tem um peso especial, como vereador mais votado em Teresina na eleição de 2016, e também como presidente do legislativo municipal.

A chegada dele ao time de Wilson deve ter outras leituras: Jeová é um dos coordenadores da campanha de Dr. Pessoa e tem estreita ligação com o presidente da Assembleia, o emedebista Themístocles Filho. Isso também deve dizer alguma coisa.