Cidadeverde.com

Wellington consolida liderança e aumenta vantagem

A apenas três dias da eleição, Wellington Dias (PT) se consolida na liderança na corrida pelo governo do Estado: o petista não apenas elevou seu potencial de voto como aumentou a vantagem sobre a soma de intenção de votos atribuídos aos candidatos da oposição. Com isso, Wellington tem a perspectiva de conquistar o quarto mandato no governo do Estado, todos em primeiro turno.

Os dados são da nova pesquisa Opinar/Cidade Verde (registro TRE PI-07441/2018 e TSE BR-02691/2018), divulgada hoje pelo Grupo Cidade Verde. A sondagem foi feita neste início de semana (de segunda a quarta), ouvidas 1.082 pessoas. Os quatro primeiros colocados alcançam os seguintes resultados:

• Wellington Dias (PT)               48,52%
• Dr. Pessoa (Solidariedade)     20,33%
• Luciano Nunes (PSDB)          10,54%
• Elmano Ferrer (Podemos)        2,20%

Os demais candidatos têm os seguintes índices: Fábio Sérvio (PSL), com 1,20%; Valter Alencar (PSC), com 0,83%; Sueli Rodrigues (PSOL) e Luciane Santos (PSTU), com 0,37%, cada. Romualdo Seno (DC) e Lourdes Melo (PCO) não pontuaram. No total, a oposição até cresceu um pouco: somou 35,84% das intenções, contra 34,28% da pesquisa anterior. Mas Wellington cresceu muito mais, quase 10 pontos.

O desempenho de Wellington nesta sexta pesquisa Opinar deve ser atribuído a um conjunto de fatores. O primeiro, à própria aliança e estrutura da candidatura do governador, maior que a de qualquer outro candidato. Depois, ao maior tempo de propaganda em rádio e TV. Tem ainda o crescimento da candidatura de Fernando Haddad, que se torna um diferencial em relação aos demais candidatos ao Karnak. Deve-se levar em conta também o fato da oposição não ter conseguido o tom de discurso que empolgasse o eleitor e permitisse vislumbrar uma alternativa diferenciada.

Com isso, Wellington amplia a vantagem sobre a soma dos concorrentes: era 5,65% na pesquisa de 15 dias atrás e passa agora a 12,68%. A vitória em primeiro turno está à mão.
 

Petista tem 57,5% dos votos válidos

Segundo a última pesquisa Opinar, os candidatos da oposição somam 35,84% das intenções de voto. Uma diferença de 12,68% em relação aos 48,52% alcançados por Wellington Dias. Para garantir a vitória no primeiro turno, o petista teria que ter mais votos que a soma dos adversários – ou 50% mais um voto. Segundo a pesquisa Opinar, Wellington tem 57,5% dos votos válidos.

Esse número é o resultado da exclusão dos votos indecisos (que somam 7,32%) e também daqueles que dizem que não vão votar nulo ou branco (8,32%), que não são considerados na contabilização da Justiça Eleitoral. A soma dos votos atribuídos a um candidatos chega a 84,36% das manifestações. Com 48,52% de intenção, Wellington consegue uma razoável folga sobre os adversários, o que deixa a perspectiva de mais uma vitória em primeiro turno.