Cidadeverde.com

Mulheres serão apenas 15% da Câmara. Bancada do Piauí terá 40%


Iracema Portella: pela terceira eleição seguida, representante das mulheres piauienses no Congresswo Nacional

 

Há pelo menos 4 anos o Tribunal Superior Eleitoral vem se empenhando em campanhas para ampliar a participação da mulher na política. Este ano, com fundo eleitoral regado pelo dinheiro público, até determinou que 30% dos recursos fossem destinados às candidaturas femininas. Não surtiu o efeito esperado: apenas 15% das cadeiras da Câmara dos deputados serão ocupadas por mulheres.

Segundo dados do TSE, serão 77 deputadas federais. É um avanço razoável em relação a 2014, quando foram eleitas 41 mulheres. Mas ainda está muito longe de traduzir a presença da mulher na sociedade. No Senado a situação é ainda pior: das 54 cadeiras em disputa, as mulheres levaram 7 – o que corresponde a 12,9%.

No caso do Piauí, a disputa pelo Senado resolveu-se como um “Clube do Bolinha”, com dois homens eleitos para as duas vagas – Ciro Nogueira e Marcelo Castro. Já o preenchimento das 10 vagas piauienses na Câmara dos Deputados, a situação é bem diferente: são quatro mulheres, ou 40%, um percentual bem acima da média nacional. Rejane Dias e Iracema Portella retornam à Casa. Margarete Coelho e Dr. Marina Santos estréiam no legislativo federal.

No caso das Assembleias Legislativas nos estados, a evolução é semelhante. São 1.059 cadeiras na soma das 27 casas legislativas. Em 2014, as mulheres conquistaram 116 vagas, pouco mais de 10% do total. Agora esse índice chegou a 15%, com as 161 cadeiras em poder das mulheres. No caso do Piauí, a média fica um pouco abaixo da média nacional: as mulheres conquistaram 4 das 30 vagas, o que representa 13,35 do total, repetindo a performance de 2014.

No legislativo piauiense, a legislatura com maior presença feminina foi a resultante da eleição de 2010, quando sete mulheres conseguiram mandato. Isso representava 23,3% do total.

2010:
ASSEMBLEIA: Lília Martins, Rejane Dias, Juliana Moraes Souza, Ana Paula, Liziê Coelho, Belê e Margarete Coelho.
CÂMARA: Iracema Portella.
• 2014:
ASSEMBLEIA: Juliana Moraes Souza, Janaína Marques, Liziê Coelho e Flora Izabel.
CÂMARA: Rejane Dias e Iracema Portella.
• 2018:
ASSEMBLEIA: Lucy Silveira, Janaína Marques, Flora Izabel e Teresina Brito.
CÂMARA: Rejane Dias, Iracema Portella, Margarete Coelho e Dr. Marina Santos.