Cidadeverde.com

Bolsonaro terá dificuldade em votações, mostra levantamento

Um levantamento realizado junto aos deputados que farão parte da próxima legislatura na Câmara Federal mostra que Jair Bolsonaro (PSL) terá alguma dificuldade para levar adiante propostas que defendeu na campanha. Claro, o levantamento também traz algumas boas notícias, como o apoio majoritário à fixação de uma idade mínima para aposentadoria.

O levantamento foi feito pelo portal de notícia do Grupo Globo. Foram contatos todos os 513 deputados eleitos em outubro. Do total, 412 (ou 80% da Casa) responderam a um questionário que pedia posicionamento sobre 18 temas diferentes. Há fragmentação de opinião em alguns temas importantes para Bolsonaro, como a flexibilização das lei sobre o porte de armas: 199 deputados (ou 39% da Câmara) são a favor e outros 188 (37%) são a favor. Se prevalecer essa opinião, a divisão deve inviabilizar a concretização de uma promessa do futuro presidente.

Confira o posicionamento dos deputados que tomarão posse em 1º de fevereiro, em relação a alguns dos temas do questionário:


Câmara dos Deputados: temas fundamentais para governo Bolsonaro dividem parlamentares  (FOTO: Câmara/Divulgação)
 

Aposentadoria:
Favoráveis à idade mínima para aposentadoria: 300 (58%)
Contrários à idade mínima para aposentadoria: 82 (16%)
Não quiseram responder a essa pergunta: 30 dos 412 que responderam.

Compra e porte de armas:
Favoráveis à facilitação da compra e do porte de armas: 199 deputados (39%)
Contrários à facilitação da compra e do porte de armas: 188 (37%)
Não quiserem responder a essa pergunta: 25 dos 412 que responderam ao questionário.

Redução da maioridade penal
Favoráveis à redução da maioridade penal: 168 (33%)
Favoráveis à redução da maioridade penal em determinados casos: 122 (24%)
Contrários à redução da maioridade penal: 112 (22%)
Não quiseram responder a essa pergunta: 10 dos 412 que responderam ao questionário.

Privatização de estatais:
Favoráveis à privatização de estatais: 135 (26%)
Favoráveis à privatização, mas somente das estatais deficitárias: 159 (31%)
Contra a privatização de estatais: 92 (18%)
Não quiseram responder a essa pergunta: 26 dos 412 que responderam ao questionário.

Adoção do imposto único:
Favoráveis à adoção do IVA: 266 (52%)
Contrários à adoção do IVA: 83 (16%)
Não quiseram responder a essa pergunta: 63 dos 412 que responderam ao questionário.

Restrições para o funcionamento de partidos:
Favoráveis a restrições ao funcionamento dos partidos, para reduzir número de siglas: 323 (63%)
Contrários a restrições ao funcionamento dos partidos, para reduzir o número de siglas: 73 (14%)
Não quiseram responder a essa pergunta: 16 dos 412 que responderam ao questionário.

Doação de empresas para campanhas:
Contrários à volta da doação de empresas para campanhas eleitorais: 271 (53%)
Favoráveis à volta da doação de empresas para campanhas eleitorais: 124 (24%)
Não quiseram responder a essa pergunta: 17 dos 412 que responderam ao questionário.

Tipificar o caixa 2 como crime:
Favoráveis a tornar caixa 2 crime: 360 (70%)
Contra tornar caixa 2 crime: 37 (7%)
Não quiseram responder a essa pergunta: 15 dos 412 que responderam ao questionário.

Legalização da maconha para uso medicinal:
Favoráveis à legalização da maconha: 49 (10%)
Favoráveis à legalização somente para fins medicinais: 213 (42%)
Contrários à legalização da maconha: 130 (25%)
Não quiseram responder a essa pergunta: 20 dos 412 que responderam ao questionário.

Criminalização da homofobia:
Favoráveis a tornar a homofobia crime: 269 (52%)
Contrários a tornar a homofobia crime: 111 (22%)
Não quiseram responder a essa pergunta: 32 dos 412 que responderam ao questionário.

Aborto:
Favoráveis ao aborto nas situações atualmente previstas em lei: 278 (54%)
Favoráveis ao aborto em mais situações: 59 (12%)
Favoráveis ao aborto em menos situações ou nenhuma: 57 (11%)
Não quiserem responder a essa pergunta: 18 dos 412 que responderam ao questionário.

Classificar invasão de propriedades privadas como terrorismo:
Favoráveis a classificar como crime de terrorismo a invasão de propriedades privadas: 190 (37%)
Contrários a classificar como crime de terrorismo a invasão de propriedades privadas: 193 (38%)
Não quiserem responder a essa pergunta: 29 dos 412 que responderam ao questionário.

Isentar de processo o policial que matar em serviço:
Contrários a policial que matou alguém em serviço não responda a processo: 240 (47%)
Favoráveis a policial que matou alguém em serviço não responda a processo: 111 (22%)
Não quiserem responder a essa pergunta: 61 dos 412 que responderam ao questionário.

Cobrança de mensalidade de alunos ricos no ensino superior público:
Favoráveis à cobrança de mensalidade de alunos ricos no ensino superior público: 208 (41%)
Contrários à cobrança de mensalidade de alunos ricos no ensino superior público: 167 (33%)
Não quiseram responder a essa pergunta: 37 dos 412 que responderam ao questionário.

Ensino religioso obrigatório nas escolas:
Contrários ao ensino religioso obrigatório nas escolas: 299 (58%)
Favoráveis ao ensino religioso obrigatório nas escolas: 95 (19%)
Não quiseram responder a essa pergunta: 18 dos 412 que responderam ao questionário.