Cidadeverde.com

Reitor reúne bancada federal por apoio contra corte no orçamento

Foto: Glenda Uchoa / Rádio CidadeVerde

Arimateia Dantas: convite à bancada federal visa mobilização contra os cortes no orçamento das universidades


Os reitores das universidades federais bem que tentaram. Mas na reunião com o ministro Abraham Weintraub (Educação), ontem, ouviram notícias ruins: o ministério não tem como liberar os recursos contingenciados simplesmente porque não tem dinheiro. Daí, tentaram a imediata liberação dos recursos não contingenciados. Aí o MEC fez um aceno positivo, mas vinculando tal liberação à análise pontual, universidade por universidade.

Não foi o resultado esperado, pois a operação não é simples. E sem dinheito as universidades ficam em maus lençóis. Daí, os reitores pretendem manter a corda esticada, apostando sobretudo na mobilização política dentro do Congresso. A estratégia é cada reitor se aproximar da bancada federal de seu estado, fazendo de cada parlamentar uma força de pressão capaz de levar o MEC ceder.

Já dentro dessa estratégia desenhada desde antes da reunião com o ministro, o reitor da UFPI, Atimateia Dantas, faz sua parte: reúne hoje (a partir das 8h, no Salão Nobre da Reitoria) representantes da bancada federal do Piauí. O convite foi feito a todos os 10 deputados e 3 senadores. Como seus colegas farão nos demais estados, aqui o reitor da UFPI vai dar detalhes da realidade particular da nossa principal instituição de ensino e pesquisa.

A realidade já é conhecida, detalhada pelo próprio reitor em entrevistas à TV Cidade Verde e à Rádio Cidade Verde. Arimateia é categórico: ou há liberação ou os cortes serão inevitáveis. Um dos alvos é o pessoal terceirizados. Para quem olha de longe, pode parecer uma saída simples. Não é.

Antes de mais nada, tal medida implicaria em um problema social grave, tirando o emprego de centenas de pessoas. Além disso, em muitos setores da administração pública – e as universidades não fogem à regra – os terceirizados têm papel fundamental. São, de fato, o corpo de suporte sem o qual determinadas áreas simplesmente deixam de funcionar.

O objetivo de Arimateia Dantas e demais reitores das universidades federais é manter a mobilização que na quarta-feira levou milhares de pessoas às ruas. Com uma diferença: agora, a intenção é que a mobilização seja dentro do Congresso, criando problemas diretos para um governo que tem tanta matéria a ser apreciada pelos congressistas.