Cidadeverde.com

João Vicente admite disputar prefeitura de Teresina

Foto Divulgação / Senado Federal

João Vicente Claudino: empenho em fortalecer PTB pode incluir candidatura do empresário à prefeitura de Teresina


De novo filiado a uma sigla e outra vez à frente do PTB piauiense, o empresário João Vicente Claudino está empenhado em reorganizar a sigla trabalhista para as eleições municipais do próximo ano. Nesse trabalho, o ex-senador tem um foco especial: a disputa das eleições em Teresina, onde pretende formar uma chapa completa para concorrer à Câmara municipal.

Mas não é só isso: João Vicente admite disputar a prefeitura da capital. “Não estou com este projeto, mas não descarto essa possibilidade”, disse o empresário em conversa com o Blog. “Não vou dizer que a chance é zero”, brincou João Vicente, que está empenhado em formar um importante grupo de lideranças locais para dar força ao PTB nas eleições de 2020 em Teresina.

O ex-senador não esconde o desejo de dar ao PTB um lugar de destaque nas eleições do próximo ano em todo o Estado. A atração de novas lideranças na capital faz parte da estratégia de dar musculatura ao partido, fazendo que a sigla tenha voz forte no processo eleitoral em Teresina.

Questionado sobre sua relação com o prefeito Firmino Filho, João Vicente lembra que sempre apoiou o atual prefeito, à exceção das eleições de 2012, quando esteve ao lado de Elmano Ferrer. Mas esse alinhamento verificado em eleições anteriores é agora só uma possibilidade: está longe de ser uma certeza.
 

Chapa de vereador com 44 candidatos

Se ainda não tem claro o rumo que seguirá na eleição de prefeito, João  Vicente Claudino tem bem desenhado o que pretende na disputa por vagas na Câmara Municipal em 2020. A intenção é ter uma chapa completa, com 44 candidatos a vagas na Câmara. As lideranças que estão sendo atraídas são de potencial mediano, sem que um nome se sobreponha ao outro.

Na disputa por vagas de vereador, João Vicente acredita que o PTB tem potencial para alcançar um bom desempenho. “O nosso objetivo é eleger três ou quatro vereadores”, diz. Para tanto, o ex-senador já avisa desde logo: andará em toda a capital dando suporte aos candidatos do partido.