Cidadeverde.com

22 servidores de UBS entram em quarentena após uma funcionária estar com Covid-19

 

O primeiro caso confirmado em Floriano (a 240 km de Teresina) foi divulgado neste domingo(19). Trata-se de uma profissional da saúde que trabalhava em uma Unidade Básica de Saúde (UBS) Camilo Filho, que funciona no campus da UFPI do município, o que fez a Prefeitura colocar todos os profissionais em quarentena. No local trabalham quase 30 profissionais de duas equipes de saúde da família.

De acordo com o secretário de saúde do município, James Rodrigues, disse que o teste dela foi realizado pelo Lacen e que a medida alcança cerca de 22 servidores. 

"Adotamos uma medida imediata de estabelecer uma quarentena para todos os funcionários e a unidade de saúde passou por uma sanitização, que será repetida na próxima quarta-feira e estamos tomando as medidas para a substituição do pessoal para que não haja prejuízo para a população", explicou o secretário. 

Ele ressalta que a medida foi "atípica e temporária" por se tratar do primeiro caso na cidade ser uma servidora da área da saúde. "Como as medidas precisam ser rápidas, como hoje aqui em Floriano e amanhã também é feriado, então as atividades só voltariam quarta, quinta e sexta, determinamos esse afastamento e fechamento para evitar novas contactantes e com isso evitaria sim a disseminação de novos casos", disse James Rodrigues. 

Ele disse que outras equipes devem ser remanejadas para o local para reduzir os prejuízos para a população. Em Floriano, há 26 equipes de estratégia de saúde da família. 

Foto: Google/Cassio Fernando

UBE está fechada 

UBS para covid

O secretário informou ainda que a UBS do Centro de Floriano (UBS Funasa) está atendendo exclusivamente casos de pessoas com síndromes respiratórias e gripais e que está funcionando com horário estendido. Ele afirma ainda que lá concentra as testagens para Covid-19.

No município há 15 leitos clínicos no hospital Tibério Nunes, administrado pelo Estado, voltados para a doença, nestes, há dois casos de pacientes internados que testaram positivo para a doença, mas que são de outras cidades do sul do estado.

"Nós temos, no hospital administrado pelo estado, 29 leitos clínicos que foram abertos com suporte respiratório com cateter nasal, que são diferentes de ventiladores mecânicos", destacou James Rodrigues.

 

Caroline Oliveira
[email protected]