Cidadeverde.com

Ópera da Serra da Capivara II: dicas para aproveitar o dia

Como organizar seu passeio durante os dias de festival. Foto: Divulgação Fumdham

Depois de apresentar as dicas para tornar o deslocamento e a hospedagem mais divertidos, hoje a intenção é mostrar formas de aproveitar o dia durante o período do festival. Essas informações não servem apenas para essa época, mas também para qualquer planejamento que se faça para visitar o Parque Nacional da Serra da Capivara.

Antes de apresentar as dicas, atenção. É óbvio que você não encontrará aqui a invenção da roda. Todo mundo sabe que o senso comum nem sempre é verdadeiro, sendo que existem pelo menos 2 sobre a Serra da Capivara que não são completamente verdade.

E um dos sensos é o de que o parque sofre por falta de divulgação. Claro que sofre! Entretanto não é certo dizer que não existem locais legais para se informar sobre a viagem. 2 bem importantes são o próprio site oficial da Fumdham (Fundação Museu do Homem Americano). Na seção “Visite” o internauta pode escolher as melhores trilhas para os seus interesses e sua disposição física. Também é bem completa uma matéria (link) produzida pelo blog nacional Viaje na Viagem. Apesar de ter algumas informações atrasadas, já que foi produzida em 2013, ela ajuda muito na organização do passeio.

O segundo senso comum sobre a Serra da Capivara que tem seu lado mentiroso é sobre a estrutura. Muitas vezes, o parque aparece no noticiário apenas quando está passando por dificuldades financeiras e por isso muita gente acha que lá existe algo precário. Não é verdade. A estrutura de visitação do parque é muito boa, os guias treinados e a preservação do patrimônio é bem feita. Evidentemente existem gargalos, mas nada que prejudique a experiência do visitante.

O blog conversou com uma agência de receptivo local e um guia para apresentarem dicas de passeios para o período da Ópera. O evento começa hoje em São Raimundo Nonato, mas no parque dura 3 dias, o suficiente para boa parte dos passeios.

Agência de turismo

A Companhia da Capivara é uma das poucas agências de turismo que fazem receptivo na região, se não a única. Eles possuem um site bem explicativo em que são oferecidas dicas de roteiro para quem terá 3, 4 ou 7 dias de viagem. Confira no link para se informar melhor. O preço do passeio para 3 dias custa em média R$600 reais por pessoa.

Guias

Para quem quiser ir de carro próprio e fazer gastos com alimentação fora de um pacote é preferível um guia. O preço fica por volta de R$150 reais a diária e cada profissional trabalha para até 7 ou 8 pessoas. O guia Ari apresentou uma sugestão de roteiro para quem tiver 3 dias de viagem.

PRIMEIRO DIA: Roteiro do Desfiladeiro da Capivara.

-MANHÃ: Toca da entrada do Pajeú; Toca do Pajeú; Toca do Barro; Toca do Inferno; Trilha dos veadinhos azuis.

 - ALMOÇO: Albergue Serra da Capivara

 -TARDE: Tour na Fábrica de Cerâmica para observar o processo de produção das peças e Toca do Paraguaio.

 SEGUNDO DIA 

MANHÃ: Trilha Umbu

 -Circuito Jurubeba

-Sítios arqueológicos

- Vistas panorâmicas.

Observação: Levar lanche.

- ALMOÇO: Restaurante Casarão

- TARDE: Visita ao Museu do Homem Americano

TERCEIRO DIA: Circuito do Sítio do Meio e Baixão da Pedra Furada.

-MANHÃ: Circuito do Pedro Rodrigues e Pedra Furada

-ALMOÇO: Chácara Pôr do Sol

-TARDE:  Boqueirão da Pedra Furada (Sítio arqueológico aonde foi encontrado o vestígio mais antigo das américas).